Cultura, Óbidos

UNESCO classifica Óbidos como Cidade Criativa da Literatura

UNESCOA UNESCO classificou, no dia 11 de dezembro, Óbidos como fazendo parte da rede mundial de Cidades Criativas da Literatura. Um reconhecimento que Humberto Marques, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, enaltece, pois “é um galardão que mostra que vale a pena acreditar”.

Óbidos é uma vila literária. O objetivo de envolver as pessoas e o património neste processo de desenvolvimento de um território criativo, em que a literatura se torna uma alavanca de desenvolvimento económico e social, fizeram deste sonho algo ainda maior. Depois do FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos, que decorreu com enorme sucesso entre 15 e 25 de Outubro de 2015, Óbidos é nomeada Cidade Criativa da Literatura, pela UNESCO.

O projeto Óbidos Vila Literária é uma estratégia de desenvolvimento sustentável e criativo do território e permite demonstrar que é possível considerar agendas alternativas de desenvolvimento cultural em cooperação direta com a economia e até a reabilitação urbana. A candidatura de Óbidos a Cidade Criativa da Literatura é um passo natural no crescimento das redes de uma vila que se tem reinventado através do conceito literário e da criatividade. Já de 2008 a 2011, Óbidos tinha sido líder da rede europeia URBACT –  Clusters Criativos em Áreas de Baixa Densidade, defendendo um desenvolvimento sustentável pelo uso da criatividade como motor de impulso económico e como forma de facilitar o surgimento de mais empresas, de mais empreendedores e mais oportunidades.

Pouco tempo depois nasceu a Óbidos Vila Literária, num projeto de convergência entre o Município e uma entidade privada Ler Devagar, que se lançaram juntos num desafio de reconstrução e expansão das possibilidades de reabilitação urbana e desenvolvimento económico. Abriram 11 livrarias dentro da vila de Óbidos e outras pelo território, em edifícios degradados ou inutilizados, transformando em livrarias, por exemplo, uma igreja (Livraria de Santiago), uma adega (Livraria da Adega), um mercado (Livraria do Mercado)…  Este é um projeto que promove o Turismo de permanência e de experiências, não limitando Óbidos à sua beleza natural e patrimonial, mas elevando o seu mistério à infinidade da literatura: algo que não acaba e que se reinventa.

A candidatura de Óbidos a Cidade Criativa da literatura baseou-se neste projeto estruturante do Município de Óbidos e também na certeza que o futuro deve ser um desafio de renovação permanente, com bases sólidas de uma vila habitada pela literatura e capaz de desafiar os métodos tradicionais de desenvolvimento territorial e económico. Óbidos integra agora uma rede de outras cidades literárias, com quem poderá partilhar a sua experiência e receber os seus contributos, que poderão ser de grande valor para um desenvolvimento mais rápido e um crescimento mais forte do projeto Óbidos Vila Literária.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *