Celorico de Basto, Sociedade

Celorico de Basto celebra o Dia Internacional da Pessoa com deficiência

_DSC0040Ontem, 3 de dezembro, Celorico de Basto celebrou o Dia internacional da Pessoa com Deficiência com várias iniciativas para sensibilizar a população para as dificuldades diárias sentidas pelas pessoas portadoras de deficiência.

Mais de 700 pessoas participaram no logotipo Humano. As Ações de rua observaram de perto limitações físicas e preconceitos. O espetáculo de música, dança e teatro encheu o Centro Cultural e trabalhou a inclusão.

“Estas ações pretendem sensibilizar a população para uma realidade que ainda causa muito preconceito, mas é com ações como estas, a acontecer de forma cada vez mais recorrente, que as pessoas vão perdendo esse preconceito, de forma construtiva e inclusiva em que todos possam viver ativamente em comunidade”, disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, aquando do logotipo humano. O autarca salientou o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no sentido de colmatar algumas barreiras físicas existentes. “Temos vindo a fazer um importante trabalho na eliminação das barreiras físicas ao longo dos últimos anos. Tudo o que se cria de raiz é pensado de igual forma para todos os cidadãos, sem barreiras arquitetónicas que inibam os cidadãos portadores de deficiências de se deslocarem a esses locais. As barreiras existentes nos edifícios construídos vão sendo eliminadas de forma progressiva” realçou o edil celoricense.

Este dia foi vivenciado em Celorico de Basto com várias ações voltadas sobretudo para a sensibilização e inclusão. Com uma participação ativa nas diferentes ações o provedor para a Pessoa Portadora de Deficiência da CIM-TS, Fernando Peixoto, não pode deixar de dar enfoque à indiferença e ao preconceito sentidos pela pessoa portadora de deficiência. “É preciso de facto, quebrar barreiras sobretudo no que respeita ao preconceito. Durante a manhã, nas ações de rua verificamos que muitas pessoas se mostram indiferentes à deficiência, incapazes até de ajudar se necessário for. É preciso, cada vez mais, trabalhar para a inclusão, respeitar as leis que salvaguardam as pessoas portadoras de deficiências, criar acessibilidades físicas, acolher quem é diferente”. O Provedor e vereador do município de Celorico de Basto salientou o trabalho desenvolvido no âmbito da CIM-TS. “Ainda há muito trabalho a fazer não só neste município mas por todo o lado. Passo a passo vamos desenvolvendo projetos de inclusão. Tenho participado em várias ações neste sentido. Existem candidaturas dirigidas à comunidade portadora de deficiência e já temos dois projetos em fase de lançamento, um deles incide na contratação de um quadro para trabalhar as questões da deficiência de forma profícua. Não paramos, temos que fazer sempre mais para tornar a sociedade mais justa e igualitária” disse.

Durante a manhã, várias performances teatrais retrataram as dificuldades sentidas pelos deficientes motores, invisuais e surdos que foram interagindo com a população criando múltiplas reações.

A tarde começou com um mega logotipo humano que incluiu o símbolo da pessoa portadora de deficiência. Uma ação simbólica que contou com a participação de mais de 700 pessoas.

À noite decorreu um espetáculo de teatro, dança e música onde foram apresentadas várias formas de inclusão desenvolvidas pelas instituições de apoio a pessoas portadoras de deficiência.

Estas ações foram promovidas pelo Município de Celorico de Basto em parceria

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *