Educação, Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso sensibilizou para a Igualdade e Educação

Seminario Semana Igualdade e Educacao 3“Igualdade, Género, Educação e Cidadania” é como se designa o seminário que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promoveu terça-feira, 24 de novembro, Dia Mundial da Ciência e Nacional da Cultura Científica. Tratou-se de uma iniciativa no âmbito da V Semana Municipal para a Igualdade e a Educação, que decorreu entre 19 e 25 de novembro.

A Vice-Presidente e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, representou a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso na abertura deste seminário, no Theatro Club. “Durante vários dias temos debatido temáticas associadas à igualdade de género e, este ano, decidiu a Autarquia acrescentar a vertente da Educação, pois é essencialmente através da escola que é desenvolvido grande parte do trabalho nesta área”, começou por referir. De acordo com esta responsável, a igualdade de género e o apoio a vítimas de violência doméstica tem recebido uma atenção especial dos serviços educativos e da ação social da autarquia. “De há uns anos a esta parte, através da criação do serviço para a promoção da igualdade de género, temos realizado um trabalho de sensibilização e de intervenção junto de diversos públicos que tem merecido o reconhecimento de várias entidades”, notou.

Gabriela Fonseca falava no início dos trabalhos, sendo que também intervieram por parte da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Rosa Oliveira, e, por parte da Direção Geral de Educação, Maria Teresa Abreu. “Entendemos que esta é uma área à qual um concelho que se quer desenvolvido e humanista não pode deixar de prestar a devida atenção. A promoção de uma cidadania inclusiva, o combate à violência nas relações, o relembrar permanentemente dos direitos dos homens, em geral, e das crianças, em particular, são temas que devem merecer uma permanente reflexão de forma a serem orientadas políticas municipais capazes de os promover e de os defender”, prosseguiu a Vice-Presidente, destacando o reconhecimento da Póvoa de Lanhoso, pelo sexto ano consecutivo, como uma das autarquias mais familiarmente responsáveis do país. “Este galardão é consequência do trabalho social e de educação que diariamente praticamos. Aqui também se inserem as ações promovidas no âmbito do serviço de promoção da igualdade de género, que em muito contribui para o bem estar das famílias que dele beneficiam. Este é um trabalho muito exigente que envolve as escolas, as famílias, o importante apoio da rede social. Toda a comunidade é chamada a participar neste desafio de construirmos uma sociedade mais justa e inclusiva”, considerou.

Apresentado o grupo “+ Igualdade”.

Durante este Seminário foi ainda apresentado o grupo “+ Igualdade – conselho local para a cidadania e igualdade” composto por pessoas internas e externas à autarquia, com diferentes áreas de formação e de atividade profissional. “Percebemos que era importante ter uma equipa de trabalho que nos ajudasse de forma autónoma nos processos que já realizamos a pensar esta temática da procura permanente de novas visões e de como intervir. A ideia é de ter um grupo multidisciplinar de várias sensibilidades e formação que possa questionar, refletir e sugerir caminhos na área da igualdade, constituindo-se assim como uma consciência crítica”, explicou Gabriela Fonseca, para quem o sucesso do trabalho realizado “é essencialmente fruto do envolvimento de vários agentes e muito da dedicação individual quer de técnicos da autarquia quer dos professores e ainda dos técnicos das instituições que são parceiras da autarquia”. Na plateia, estiveram estudantes, professores, técnicos e representantes de diversas entidades locais.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *