Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Dia da Alimentação comemorado no Centro Ambiental de Calvos na Póvoa de Lanhoso

Dia Alimentacao 1Alertar as consciências dos mais jovens para a necessidade de um equilíbrio entre a produção agrícola e o consumo mais sustentável dos recursos do planeta foram os objetivos da iniciativa realizada no Centro Ambiental de Calvos, no passado dia 9 de novembro, numa ação de sensibilização alusiva ao Dia Mundial da Alimentação.

Esta ação contou com a colaboração da técnica do Gabinete de Apoio ao Bioagricultor e com uma formadora na área da Cozinha Macrobiótica, vinda do Porto.

Para a confeção desta refeição foram incluídos legumes produzidos na horta municipal e produtos produzidos localmente na Póvoa de Lanhoso pelos produtores PROVE.

A Cozinha Macrobiótica utiliza muito os cereais integrais, os vegetais, as leguminosas e as algas e preocupa-se com a adoção de uma alimentação adequada ao meio ambiente, acompanhando o ritmo das estações do ano, promovendo um consumo o mais sustentável possível. Nesta ação, houve a preocupação de partilhar com os alunos e professores a possibilidade de se confecionar uma refeição boa, saborosa, saudável e sustentável sem recorrer ao uso da carne e do açúcar.

Assim, a refeição foi elaborada com a ajuda de todas as pessoas participantes. Foi preparada uma sopa com os legumes da horta biológica municipal (junto ao Centro Ambiental) e foi elaborado um prato com seitan (alimento derivado de uma proteína de trigo chamada glúten) e legumes salteados. Estes alimentos foram acompanhados por um batido de framboesas igualmente produzidas nas hortas, em Calvos. A refeição foi finalizada com um puré de castanha e maçã, polvilhado com cacau magro.

Todos os produtos utilizados nesta refeição foram produtos biológicos. A agricultura biológica é um modo de produção de animais e de vegetais que não emprega produtos químicos de síntese nem organismos geneticamente modificados e que visa minimizar a produção de impactos ambientais negativos na natureza. Estes produtos biológicos têm um efeito positivo na nossa saúde, melhoram a qualidade do meio ambiente (solo, água, ar, biodiversidade) e ajudam a mitigar os efeitos das alterações climáticas.

Durante o mês de novembro, seguem-se imensas atividades, relacionadas com a produção de plantas para a embelezamento de escolas e IPSS´s, com a criação de espaços ecológicos e aromáticos, com a comemoração do Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro) e com a reutilização e com o aproveitamento de resíduos para ateliers práticos natalícios, de entre outras.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *