Sociedade

Exposição de homenagem aos «40» anos de arte de J. Eliseu (filho) na Lousã

J Eliseu (Filho)Será inaugurada, no próximo dia 7 de novembro, pelas 16h30, no Museu Prof. Álvaro Viana de Lemos, na Lousã, a exposição «40» anos de arte de J. Eliseu (filho), uma mostra que pretende assinalar os quarenta anos de exposições do artista.

A inauguração contará com a participação do Grupo de Cantares da Quinta da Maia, que incluiu no seu reportório música tradicional de Coimbra, do maestro Manuel Eliseu e seu pai, José Eliseu, autor da “Balada de Coimbra”.

Pintura, poesia e música completam a paleta do evento, que conta com a coorganização da Cooperativa Trevim e com o apoio do Licor Beirão.

A mostra, que estará patente até dia 30 de novembro, vai contar com obras do espólio artístico da Câmara Municipal da Lousã, da coleção privado do artista e de coleções particulares.

Como amante da arte, os temas retratados por J. Eliseu (filho), através de materiais como a tela, óleo, acrílico e aguarela, são muito variados – vão desde os temas bíblicos ao mundo rural e urbano, pintando também monumentos e paisagens.

  1. Eliseu (filho), além de pintor é dourador, profissão que já vem de família desde o século XVIII, e restaurador, dedicando-se ao restauro de arte sacra, possuindo, para esse fim, uma pequena oficina na Lousã.

O artista conimbricense, que nasceu em 1951, mas há muito radicado na Lousã, deu a conhecer, pela primeira vez, o seu trabalho na Galeria de Arte de “O Primeiro de Janeiro”, em Coimbra, no ano de 1975 e, daí para cá já expôs em quase todo o país.

Encontra-se representado em numerosas coleções particulares, e em instituições de Portugal e do estrangeiro, como é o caso do Museu Sarah Beirão, Universidade de Coimbra, Turismo de Pombal, Tokushima (Japão), Museu Álvaro Viana de Lemos, Instituto Superior de Viseu, Museu Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro, Biblioteca de Tomar e na Presidência da República Portuguesa.

A visita a esta exposição é uma oportunidade para ver, rever e apreciar alguns dos estilos mais caraterizantes da carreira do pintor, que já conta com 40 coloridos anos de pintura.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *