Cultura

Criatividade em alta no Museu do Oriente

itsukushima2No próximo fim-de-semana, 7 e 8 de Novembro, criatividade é a palavra de ordem para explorar Oriente e Ocidente, em oficinas lúdicas dirigidas aos mais novos e ainda através da música, com o concerto “Octeto de Schubert” pelos Solistas da Metropolitana, de entrada livre.

“Peregrinação até Itsukushima!” é a sugestão para sábado, às 15.00, para crianças entre os 6 e os 12 anos. A partir de um extraordinário biombo japonês, em exposição no Museu, pretende-se que os participantes dêem largas à imaginação nesta oficina criativa. Lendo o biombo como se de uma banda-desenhada se tratasse, os participantes são desafiados a contar, por palavras e desenhos seus, novas histórias sobre as personagens, cenas e lugares que “visitaram” na Ilha de Itsukushima. Ao longo das seis folhas do biombo, há um mundo de pormenores: monges, comerciantes, viajantes, damas em passeio, e até… um cortejo de estrangeiros vindos de muito, muito longe… os namban-jin.

No domingo, às 11.00, o Museu enche-se de cor num ateliê que revela a crianças dos 2 aos 4 anos como, através de diferentes “receitas”, a mistura de dois ou mais tons pode originar uma cor completamente diferente.

À tarde, a partir das 16.00, pais e filhos são convidados a assistir a um espectáculo gratuito pelos Solistas da Metropolitana. Clarinete, fagote, trompa, violinos, viola, violoncelo e contrabaixo, são os elementos que integram Octeto D.803, a criativa resposta de Franz Schubert à encomenda do Conde Troyer, clarinetista amador, que procurava uma peça onde brilhasse este instrumento.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *