Cultura, Educação, Póvoa de Lanhoso

“O Grilo Verde” visita crianças do pré-escolar da Póvoa de Lanhoso

Sessao O Grilo Verde 2Toda a gente sabe que os grilos são pretos, mas a nova história  que os Serviços Educativos da Biblioteca Infantil estão a levar até às crianças do pré-escolar do concelho da Póvoa de Lanhoso chama-se “O Grilo Verde”…

Escrito por António Mota, este texto foi trabalhado pelos Serviços Educativos da Biblioteca Infantil e pelo Theatro Club, para dar corpo a três personagens que, de uma forma simples e cativante, têm levado até às crianças com idades entre os três e os cinco temáticas como a diferença ou a igualdade e como a alimentação saudável. Nos meses de outubro e de novembro, celebra-se o dia Mundial da Alimentação, o Dia Internacional das Bibliotecas e a Semana da Igualdade e da Educação.

“Esta iniciativa destina-se a assinalar o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares, mas faz parte de um conjunto de encenações que ao longo dos últimos anos temos levado até junto do público do pré-escolar e do primeiro ciclo, como forma de incentivar hábitos de leitura nas nossas crianças e de estimular nelas outras vertentes, como a criatividade e a concentração, por exemplo. Trata-se de um trabalho articulado entre o Pelouro da Educação e o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e o SABE – Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. As crianças mostram-se sempre muito entusiasmadas e as suas responsáveis também, pois é, para além de tudo o mais, algo diferente, que tem o efeito surpresa e que quebra a rotina”, referiu a Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, no final da sessão a que assistiu, na manhã de 29 de outubro, no jardim-de-infância de Simães (União de Freguesias de Fontarcada e Oliveira), juntamente com cerca de três dezenas de crianças.

Mas nem só os mais pequenos ficam encantados, quer por se sentirem próximos da história, quer pela proximidade com as personagens, ali com elas e com quem podem falar, quer mesmo por verem ali à frente os adereços e os cenários, que até podem explorar, quer por poderem recontar aquela história ou outras e por poderem interagir com as atrizes; também as educadoras têm reconhecido os benefícios desta experiência e têm pedido para haja mais visitas e encenações como esta.

No total, serão abrangidas cerca de 292 crianças do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio e de 111 crianças do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso. António Mota tem um vasto leque de histórias infantis publicadas, que fazem parte do Plano Nacional de Leitura. A escolha desta história resulta de um trabalho concertado entre os parceiros SABE. A responsabilidade desta encenação é dos Serviços Educativos da Biblioteca Infantil e do Theatro Club, a quem coube ainda fazer os adereços (o tronco da árvore, a sua copa, os grilos, as alfaces e as antenas dos grilos).

Só no ano letivo 2014/2015, foram cinco os textos que foram encenados, pelos Serviços Educativos da Biblioteca Infantil, por vezes, em colaboração com o Theatro Club, e que circularam junto do público de pré-escolar e primeiro ciclo do concelho. “A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas” foi até 225 crianças; “A Noite de Natal” foi levada a 590 crianças; “Queres Namorar Comigo?” foi visto por 693 crianças; “Não faz mal ser diferente” chegou até 628 crianças; e “O Coelhinho Branco” até 361.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *