Economia, Marinha Grande

Oportunidades de negócio com Moçambique – Marinha Grande

RececaoEmbaixadoraMocambique3Uma representação diplomática moçambicana, chefiada pela Embaixadora de Moçambique em Portugal, acompanhada do Consul Geral de Moçambique e da Conselheira Comercial da Embaixada, esteve na Marinha Grande no passado dia 23 de outubro, para analisar a possibilidade de se estabelecerem oportunidades de negócio entre os dois países.

A comitiva foi recebida no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelo presidente da Câmara, Paulo Vicente; presidente da Assembleia Municipal, Telmo Ferraz; vice-presidente da Câmara, Cidália Ferreira; e outros representantes de entidades locais ligados à atividade económica.

Paulo Vicente lembrou que “Portugal e Moçambique partilham já mais de 5 séculos de História porque, mesmo hoje, no respeito pela autonomia e independência própria de cada um dos Estados, permanecemos unidos pela língua, e muito mais pelos afetos”.

O presidente da Câmara Municipal disse estar certo “de que na Marinha Grande, particularmente na rede empresarial local, encontrarão o saber-ser e o saber-fazer para vos ajudar a alcançar os vossos desígnios”.

E deixou o compromisso que “da parte do Município da Marinha Grande creia-nos sempre de portas abertas para vos receber e para ser vosso interlocutor neste diálogo entre as instituições políticas e administrativas e as empresas”.

A Embaixadora Fernanda Eugénia Lichale referiu que a sua visita teve como objetivo “procurar novas oportunidades de negócio”, divulgar o território de Moçambique e “fortalecer a cooperação do nosso relacionamento”.

Para a representante do governo moçambicano em Portugal, “a diplomacia económica é o futuro dos países”. A visita à Marinha Grande constituiu-se uma oportunidade de conhecer a experiência empresarial local, no sentido de serem identificadas oportunidades de negócio”.

A Embaixadora Fernanda Lichale esteve acompanhada do Cônsul Geral de Moçambique, Geraldo Saranga; do segundo secretário da Embaixada, José da Conceição José; e outros elementos da comunidade moçambicana a residir na região.

Após a receção no Salão Nobre, a comitiva visitou as empresa AL – Fábrica de Material Elétrico, SA e Plimat – Plásticos Industriais Matos, SA; o Centimfe – Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Plásticos e Ferramentas Especiais; e, por fim,  a Incubadora de Empresas OPEN.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *