Cultura, Lisboa

O Oriente de que as óperas falam

O Oriente de que as óperas falamNo mês em que a ópera regressa a Lisboa com o início de mais uma temporada lírica, é também este o mote para um novo ciclo de visitas temáticas no Museu do Oriente, ”O Oriente de que as Óperas falam”. A primeira tem lugar sexta-feira, 23 de Outubro, pelas 19.30, dedicada à “Madama Butterfly”, de Giaccomo Puccini, seguindo-se a 27 de Novembro, “Lakmé”, de Léo Délibes.

Nestes percursos pelas colecções do Museu, os visitantes são convidados a descobrir o Japão e a Índia imaginados por libretistas e compositores do Ocidente.

“Madama Butterfly”, uma ópera em três actos de Giacomo Puccini (1858-1924) com libreto de Giuseppe Giacosa e Luigi Illica, narra a história de amor protagonizada por Pinkerton, um tenente da Marinha norte-americana, e a jovem geisha Cio-Cio San, a mais trágica heroína de Puccini e a sua favorita.

Aspectos como o choque de culturas, o peso da tradição, a pressão social e familiar e mesmo a tensão religiosa, compõem o pano de fundo desta narrativa onde Ocidente e Oriente se encontram e desencontram e que serão abordados, nesta visita, através de peças do Museu.

A Índia durante o domínio britânico é o cenário de “Lakmé”, de Léo Délibes (1836-1891), a explorar na visita de dia 27 de Novembro.

Duas sugestões inspiradoras de visita ao Museu do Oriente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *