Educação, Montijo

Câmara do Montijo prepara novo ano letivo

DSC_4445 - Ary dos SantosA Câmara Municipal do Montijo assumiu, desde sempre, a causa da educação como fator fundamental para o desenvolvimento e progresso da cidade. Na defesa de uma escola pública de qualidade para todos, a autarquia desenvolveu os procedimentos necessários para iniciar adequadamente o novo ano letivo nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico.

A partir deste ano letivo, as novas instalações do jardim-de-infância do Alto Estanqueiro-Jardia entram em funcionamento. Um investimento de 270 mil euros, que consistiu na total reconversão de um edifício devoluto e permite o alargamento da rede do pré-escolar.

Foram, igualmente, realizadas obras de requalificação do parque escolar, das quais se destacam a substituição da cobertura e pintura exterior da EB Ary dos Santos; a substituição de pavimento e pintura interior em quatro salas da EB Luís de Camões e da EB Joaquim de Almeida; a total substituição de armários e bancadas nas cozinhas dos refeitórios do JI de Sarilhos Grandes e do JI de Pegões Velhos; e a transformação da copa da EB Craveiras em unidade de confeção. Estes e outros investimentos atingiram o valor de 352 mil euros, a que acresce o valor de 44 mil e 900 euros na aquisição de novos equipamentos e material didático.

A câmara municipal organizou, também, a rede de transportes escolares, para os alunos do ensino básico e secundário do concelho, cujo custo anual previsto ronda os 490 mil euros (redes pública e privativa).

O serviço de transporte escolar é gratuito para os alunos do ensino básico e comparticipado em 50 por cento para os alunos do secundário que residam a mais de quatro quilómetros da escola. Ultrapassando as competências atribuídas por lei, em casos excecionais, a câmara concede o serviço de transporte a alunos carenciados que residam a menos de quatro quilómetros da escola.

No domínio da ação social escolar, o serviço de refeições escolares para todos os estabelecimentos de ensino pré-escolar e do 1.º ciclo já está assegurado até julho de 2017, pelo valor de 864 mil e 585 euros.

A câmara aprovou, ainda, a atribuição aos agrupamentos de escolas de subsídios socioeducativos no valor de 42 mil e 700 euros. Tratam-se de apoios que permitem auxiliar às crianças socioeconomicamente carenciadas do pré-escolar e do 1.º ciclo na aquisição de livros, de material escolar e na participação em visitas de estudo.

Ao longo deste ano letivo, a autarquia vai transferir mais 38 mil 160 euros para os três agrupamentos de ensino para a aquisição de materiais de desgaste necessários para a componente curricular da educação pré-escolar e do 1.º ciclo, assim como para o serviço de complemento de horário nos jardins-de-infância.

Aliás, a Câmara Municipal de Montijo tem procurado promover as condições necessárias para a implementação da componente de apoio à família, em particular na rede pré-escolar, através da colocação de pessoal não docente e do apoio financeiro aos agrupamentos para aquisição de material de desgaste, pois considera essencial dar resposta à necessidade de conciliação entre a vida pessoal e profissional dos pais e os horários dos estabelecimentos de ensino.

A autarquia está, igualmente, a desenvolver procedimentos de contratação de trabalhadores não docentes para as escolas e de professores para as Atividades de Enriquecimento Curricular.

No Montijo, a educação está no centro das políticas municipais. A nossa visão de cidade passa pelo investimento no conhecimento, na cultura e numa escola pública justa, equitativa e solidária, que permita a formação de cidadãos mais responsáveis, livres e felizes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *