Castro Marim, Cultura

“Arte que ficou”: Câmara de Castro Marim vai expor seleção do acervo de artes plásticas na Planície Mediterrânica 2015

imgLoaderNo âmbito da Planície Mediterrânica 2015 – XXIII Festival Sete Sóis Sete Luas, que decorre de 11 a 13 de setembro, em Castro Verde, a Câmara Municipal de Castro Verde vai expor uma seleção do seu acervo de artes plásticas, numa exposição intitulada “Arte que ficou”, e que estará patente naCasa Faleiro, na Praça do Município, durante os dias do festival.

São pinturas de Sissa Afonso, Helena Lousinha, Joaquim Rosa e Paulo Morais. Serigrafias de Malangatana, Chichorro, Júlio Pomar. Esculturas de Lanciotto Polidori e António Trindade. Fotografias de Nuno Calvet e Armindo Cardoso…entre tantos outros!

A grande parte das obras expostas ficou de exposições que a Câmara Municipal de Castro Verde organizou nas últimas décadas. Um património artístico inegável, que reflete um claro posicionamento da política cultural assumida pela autarquia, onde a oportunidade de acesso à arte tem sido uma linha de orientação.

A organização desta exposição nos dias da Planície Mediterrânica reflete ainda o reconhecimento do trabalho que a rede cultural Sete Sóis Sete Luas tem desenvolvido na promoção e divulgação das artes plásticas, sendo que muitas das obras presentes são fruto de residências artísticas promovidas em Castro Verde, no âmbito do festival.

Programa completo da iniciativa em:

http://cms.cm-castroverde.pt/upload_files/client_id_1/website_id_1/Agenda/Festivais/Progr.%20PM2015.pdf

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *