Cultura, Nelas

Feira do Vinho do Dão – as músicas que os vinhos dão promete surpreender

Banner_Musical_2015As noites de 4, 5 e 6 de setembro da 24ª Feira do Vinho do Dão serão já uma certeza de qualidade para aqueles que, no ano passado, tiveram oportunidade de assistir ao espetáculo temático “As músicas que os vinhos Dão”, especialmente concebido para o certame.

Este ano, o espetáculo promete ainda mais emoção e, quem ainda não conhece o Taberneiro e as suas gentes, certamente, nunca mais os esquecerá!

“As Músicas que os vinhos Dão” deste ano será, mais uma vez, uma viagem às Terras do Dão. Muita música, cor, dança e um fantástico elenco de vozes que se juntam na alegria de cantar o Dão.

O Taberneiro vai abrir, mais uma vez, as portas da taberna e receber de coração cheio o povo cansado, mas orgulhoso, da vindima.

Entre brindes, discussões, alegrias e confissões, a taberna, este ano “guarda” as histórias de Amor: o Amor impossível, o Amor perdido, o Amor secreto, o Amor jovem e o Amor pelo Dão. Quem assistir ao “As músicas que os vinhos Dão” deste ano vai apaixonar-se por Rosinha, chorar com Carmencita, emocionar-se com Santiago e rir com os taberneiros. Nesta edição, “As músicas que os vinhos Dão” revelam segredos, cantam dores e prometem a Felicidade!

Especialmente concebido para a 24ª Feira do Vinho do Dão, o espetáculo tem produção artística da Contracanto Associação Cultural (Escola de Artes da Lapa do Lobo) que tem surpreendido pela qualidade dos espetáculos que leva a palco, apostando na Cultura Portuguesa e na Alma do Povo e das Regiões começando a firmar a sua posição no panorama cultural nacional, levando o nome da região do Dão e da Beira Alta a todo o país. A direção artística e encenação é de António Leal que, para este Musical traz cerca de 150 personagens para o palco, entre jovens talentos da Contracanto e população regional. O elenco de atores e cantores conta com nomes de referência da cultura nacional como o ator Vítor de Sousa. Com a duração de cerca de 50 minutos, “As músicas que os vinhos Dão” pretende, uma vez mais, enaltecer o vinho, o Dão e, principalmente, “a verdadeira alma de uma região”!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *