Cultura, Montijo

Artes Plásticas no Montijo – Passado e Presente

pintura religiosa igreja misericordiaNo âmbito do 30.º aniversário da cidade do Montijo, a Galeria Municipal do Montijo recebe, no dia 22 de agosto, às 18h00, a apresentação do livro Artes Plásticas no Montijo – Passado e Presente”, uma edição conjunta da Câmara Municipal do Montijo e da Editora Colibri.

Da autoria de Margarida Calado e João Pedro Regatão, a obra é o 14.º volume da Coleção Estudos Locais criada pela Câmara Municipal do Montijo para dar a conhecer diversificados estudos alusivos à cultura local, desde os tempos mais longínquos à atualidade, na convicção de estar a contribuir para a valorização da cultura montijense e, igualmente, para o desenvolvimento da cultura regional e nacional.

O livro permite ampliar o conhecimento dos montijenses no domínio das artes plásticas. Desde o século XVI até à atualidade, o olhar crítico abrangente e detalhado dos autores permite considerar que este livro passará a constituir referência incontornável, sempre que se trate de obter uma compreensão mais exigente do património cultural, da história e, sobretudo, da pintura e escultura contemporâneas no território de Aldeia Galega/Montijo.

Os retábulos e a pintura religiosa, o azulejo e as artes decorativas, o colonato e a arquitetura religiosa, o Cinema-Teatro Joaquim d’ Almeida, a escultura e pintura de Artur Bual, a arte pública no Montijo, a Galeria Municipal ou o Prémio Vespeira são alguns dos temas abordados no livro.

Margarida Calado é professora associada na Faculdade de Belas Artes. Licenciada em História pela Faculdade de Letras de Lisboa, fez o doutoramento na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova com a tese “Arte e Sociedade na Época de D. João V”. É autora de várias obras.

José Pedro Regatão é professor na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa. Doutorado em Arte Pública e mestre em Teorias de Arte pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, é autor do livro “Arte pública e os novos desafios das intervenções no espaço urbano”. 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *