Economia, Mora, Sociedade

Mora lidera emprego no distrito de Évora

O concelho de Évora com menos população desempregada é Mora com 133 desempregados (59 homens e 74 mulheres) dos quais seis estão à procura do primeiro emprego e 127 desejam um novo emprego.

Este facto está nos dados acerca da realidade dos concelhos portugueses no que diz respeito ao desemprego registado em Junho, segundo o género, tempo de inscrição e situação face à procura de emprego disponibilizados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), no distrito de Évora,

Em primeiro lugar está o concelho de Évora com 2751 desempregados (1363 homens e 1388 mulheres), sendo que 1406 estão inscritos há um ano e 1345 há mais de um ano.

Para o presidente da Câmara Municipal de Mora, estes dados mostram que “as dinâmicas criadas no concelho e a opção política do município de apostar na valorização do concelho através de uma forte componente turística são as mais adequadas, numa altura em que o país atravessa uma profunda crise e em que o governo continua a esquecer o interior do país o que inviabiliza, naturalmente, o seu desenvolvimento.”

Em Mora existem diversas unidades industriais, como a Sopragol que transforma tomate ou a Arquiled que produz lâmpadas leds ou ainda a Medirm que fabrica material médico.

Contudo, são os 11 restaurantes do concelho que empregam mais pessoas ao longo do ano, sem esquecer os postos fixos no Fluviário de Mora, na rede de comércio, produtores de vinho e a Misericórdia local.

A abertura em 2016 do Museu dedicado ao Megalitismo vai assegurar mais de uma dezena de postos de trabalho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *