Educação, Évora

Câmara de Évora reabre Banco de Manuais Escolares

banco_livrosApós ter ajudado cerca de 800 alunos do concelho de Évora no passado ano letivo, o Banco de Manuais Escolares da Câmara Municipal de Évora iniciou no passado dia 1 de julho a nova campanha com vista ao arranque do ano lectivo 2015/16.

Com já é habitual, todos os interessados em aceder aos manuais do Banco deverá dirigir-se ao Ponto Jovem, localizado na Rua D. Isabel/R. Menino Jesus, entregar os livros escolares usados em anos anteriores e trocá-los pelos que irá estudar no novo ano letivo.

Este projeto tem como objetivos facilitar o estudo e promover o sucesso escolar; apoiar as famílias diminuindo os seus encargos com as despesas escolares; promover comportamentos ecológicos e atitudes de cooperação e solidariedade.

O Banco de Manuais Escolares pretende, através da recolha de livros usados, disponibilizar manuais escolares aos jovens eborenses a estudarem numa escola do concelho, entre o 5º e 12º ano de escolaridade.

O sucesso desta iniciativa está diretamente relacionada com a oferta de livros que chegam ao Banco, quer entregues no Ponto Jovem, quer através das entidades que assinaram um Acordo de Colaboração com a autarquia no sentido de disponibilizarem as suas sedes para recolha e guarda de livros.

Para ter acesso aos Manuais Escolares, os alunos, pais e/ ou encarregados de educação podem deslocar-se ao Ponto Jovem e preencher a Ficha de Requisição. Mais informações em palavraj@cm-evora.pt

 

Piscina à borla

Entretanto, a Câmara Municipal de Évora para incentivar a doação de livros ao Banco lançou novamente este ano a Campanha “Dar e Receber”, em que livros doados na bilheteira das piscinas municipais dão direito as entradas gratuitas.

Esta iniciativa destina-se a jovens do concelho, entre os 11 e os 21 anos, que se disponibilizem a oferecer, no mínimo, três livros escolares, editados entre 2010 e 2015 e utilizados numa escola do concelho.

Os livros mais antigos e que já não estão em vigor nos estabelecimentos de ensino são entregues ao Banco Alimentar que no âmbito da sua Campanha “Papel por Alimentos” os envia para reciclagem obtendo à razão de 80€ por tonelada.

 

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *