Mangualde, Sociedade

II Gala ‘Bons Velhos Tempos’ em Mangualde

II Gala Bons Velhos Tempos 2O auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, acolheu no dia 20 de maio, a segunda edição da Gala dos ‘Bons Velhos Tempos’. Este encontro foi organizado pela Tempo XL e contou com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde. No espetáculo marcou presença o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

A gala, que assinala os 4 anos de existência do programa itinerante ‘Bons velhos Tempos’, foi um momento de alegria e festa, que trouxe a palco o talento, o saber e a candura de quem já viveu muito e continua a sorrir para a vida. Tratou-se de um espetáculo organizado, conduzido e colorido por várias pessoas idosas institucionalizadas no município de Mangualde, tornando público algum do trabalho desenvolvido ao longo do ano e fazendo uma retrospetiva de vários bons momentos passados.

 

PROGRAMA ITINERANTE ‘BONS VELHOS TEMPOS’ ABRANGE CERCA DE 400 SENIORES

O programa abrange 400 seniores, num total de 780 sessões de 2 horas/cada. Desde 2011 foi possível participar, no âmbito deste projeto, em atividades regulares de animação em itinerância por três centros paroquiais do concelho, na I Gala dos Bons Velhos Tempos, no I Concerto intergeracional de Natal, em nove edições da Operação Caça-Sorrisos e em mais de meia centena de atividades intergeracionais realizadas em parceria com cinco escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico e Jardim-de-infância, envolvendo 105 crianças.

 

BOAS PRÁTICAS DE ANIMAÇÃO PROMOVEM BEM-ESTAR DOS IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

A iniciativa ‘Bons Velhos Tempos’ começou por ser um projeto-piloto, desenvolvido em parceria com o Município de Mangualde e três centros paroquiais do concelho que não tinham animador, do qual resultaram boas práticas de animação em itinerância, tendo-lhe sido reconhecidas mais-valias para a promoção da participação social e para o bem-estar dos idosos institucionalizados. Surgiu neste sentido a Tempo XL, uma empresa social com a missão de continuar a criar projetos diferenciadores de intervenção pelas artes, reforçar e complementar nesta localidade o leque de ofertas e respostas sociais, formativas e culturais para instituições de apoio a idosos, de forma a melhorar a qualidade de vida, combater a solidão e o isolamento, promover a inclusão social, a expressão individual e a sensibilização da comunidade.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *