Sociedade, Vila Real de Santo António

Praia da Manta Rota em Vila Real de Santo António vai ter o maior passadiço pedonal do Sotavento algarvio

Praia Manta Rota_VRSA_Novo passadiço pedonal (2)O concelho de Vila Real de Santo António vai ter o maior passadiço pedonal do Sotavento e um dos maiores da região do Algarve, ligando as praias da Manta Rota e da Lota, ao longo de cerca de dois quilómetros.

A implantação desta estrutura pedonal em madeira (sobrelevada em mais de 1,2 quilómetros) irá unir a zona final do parque nascente da Manta Rota (junto aos campos de ténis) à passadeira da praia da Lota, de onde prosseguirá até à Ribeira do Álamo, na fronteira com o concelho de Castro Marim.

A ponte permitirá também a ligação à já existente rede de passadeiras e passadiços da praia da Manta Rota, criando uma rota pedonal continua com mais de dois quilómetros sempre junto à linha de mar, com espetaculares vistas sobre o areal e apta à prática de Birdwatching.

O percurso integra diversas zonas de lazer e descanso, contempla um prolongamento à zona nascente da Manta Rota e termina na foz da Ribeira do Álamo, junto ao areal. Em termos de mobilidade, irá interligar as duas zonas balneares sem necessidade de recorrer a viaturas motorizadas, otimizando as bolsas de estacionamento das praias.

A nova estrutura encontra-se, neste momento, em fase de obra, devendo estar terminada até ao final de março. Foi utlizada na sua construção madeira de pinho tratada, de forma a possuir uma maior durabilidade e um perfeito enquadramento paisagístico com o local de implantação.

A construção deste novo passadiço está orçamentada em 307.125,32 euros e é financiada a 70 por cento pelo PO Algarve21. A execução está a cargo da empresa Alberto Couto Alves, SA.

Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de VRSA, «esta intervenção dá seguimento ao projeto de requalificação da praia da Manta Rota, iniciado pela Câmara Municipal de VRSA em 2005, no qual foram investidos mais de dois milhões de euros e transformou a praia numa referência em termos de acessibilidade e qualidade ambiental».

Esta obra garantiu igualmente àquela zona balnear o galardão de Praia Mais Acessível, distinção que continuará a ser assegurada com este novo circuito ambientalmente sustentável.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *