Educação, Estarreja

Educação: Município de Estarreja duplica apoio a bolseiros

DSC_0087sss18 estudantes do ensino superior receberam os primeiros cheques referentes às Bolsas de Estudo concedidas pela Câmara Municipal de Estarreja. Além de manter a medida de apoio, a autarquia contribui com mais dinheiro e permite a renovação das bolsas. Em contrapartida, os beneficiários prestam 80 horas de serviço à comunidade.

A cerimónia de atribuição das Bolsas de Estudo do ano letivo 2014/15 decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a presença de Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, e João Alegria, Vereador da Educação e Juventude. Ao final da tarde de sexta-feira, dia 5 de março, foram distribuídas Bolsas de Estudo a 18 estudantes de Estarreja, 10 novos beneficiários e 8 renovações.

Apesar do Ensino Universitário e Politécnico não fazer parte das competências municipais, o Município de Estarreja não só manteve a contribuição aos estudantes e famílias, como ainda a reforçou. Das 18 bolsas concedidas, 15 situam-se no 3º escalão e 3 no 1º escalão, com os bolseiros a receberem um apoio mensal de 75€ e 125€, respetivamente, durante 10 meses. Estes valores revelam um significativo investimento da autarquia em Bolsas de Estudo, de 7000€  no ano letivo anterior para 15000€ em 2014/15. Reforço que procura adequar as bolsas às necessidades reais das famílias. “Aumentámos os valores para fazer face ao que vivemos”, num “esforço muito bem empregue para ajudar aqueles que mais precisam”,  disse João Alegria momentos antes de entregar o primeiro cheque.

A renovação das Bolsas de Estudo é outra novidade introduzida este ano. 8 alunos que cumpriram os requisitos para a renovação da bolsa, viram as contribuições prolongarem-se por mais 10 meses. João Alegria explicou aos alunos e familiares presentes na cerimónia, que esta alteração ao regulamento visa “proporcionar a continuidade e conclusão dos estudos”. O Vereador responsável pelo pelouro da Educação alertou os alunos para a importância de estudar com empenho, referindo que “é um orgulho ver os jovens de Estarreja singrar” e felicitando-os pelo caminho que escolheram apesar de todas as adversidades, pois “ganhamos todos em contribuir para um futuro melhor”.

 

Mais horas de voluntariado

O apoio concedido pela autarquia exige dos alunos bolseiros empenho e trabalho orientado para a obtenção de bons resultados e “disponibilizar 80 horas por ano para a realização gratuita de tarefas de índole diversa na área do município, enquadradas no âmbito do previsto nos diversos programas municipais, promovidos pela Câmara Municipal de Estarreja.”, conforme refere o Regulamento para Atribuição de Bolsas de Estudo ao Ensino Superior. O aumento do apoio financeiro surge equilibrado com o consequente aumento do numero de horas de serviço comunitário, passando de 70 para 80 horas totais.

Membro do programa municipal “Estarreja Compartilha”, Andreia Pais, com 19 anos, está disposta a fazer voluntariado em qualquer área necessária. A estudante de Contabilidade na Universidade de Aveiro, ficou feliz e aliviada por ter conseguido a bolsa. Esta iniciativa do Município “permite desafogar as contas dos pais e investir mais nos estudos”, explicou Andreia. César Vigário também já é voluntário e encontra-se aberto a experimentar outras áreas além do desporto, onde está mais envolvido. O futuro engenheiro físico, pela Universidade de Aveiro, agradeceu o apoio da autarquia e felicitou-a pela iniciativa. Na opinião do jovem estudante, esta atribuição de bolsas “é uma forma de perceber como o município olha para a educação, porque sem educação não há uma sociedade desenvolvida.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *