Montijo, Sociedade

Bairro do Areias no Montijo recebeu Conversas no Bairro

1.ª sessao conversas bairro_1No dia 6 de março, na Sociedade Recreativa do Bairro do Areias foram ouvidos os primeiros contributos dos cidadãos do Montijo para a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), no âmbito da iniciativa Conversas no Bairro.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, iniciou a sessão com uma breve explicação sobre as Conversas no Bairro, realçando que permitem uma “maior proximidade e interação com a população. Queremos ouvir as vossas ideias, problemas e dificuldades para construir um PDM mais participado e que acolha as diferentes visões dos moradores dos diferentes bairros”.

Nuno Canta esclareceu que a revisão do PDM assenta “num modelo territorial que valoriza, em primeiro lugar, a qualidade de vida urbana”, acrescentado que um dos problemas dos bairros novos da cidade prende-se com a questão dos “vazios urbanos, que são espaços por ocupar mesmo ao lado de prédios novos. Nesta revisão do PDM, a câmara necessita de arranjar mecanismos para resolver este problema”.

Entre os contributos dos munícipes presentes, destaque para a sugestão de criação de um novo acesso à Ponte Vasco da Gama, em consonância aliás com pretensões já expressas pela câmara, e para a criação de um espaço de lazer ao ar livre que possibilite o desenvolvimento de atividades para as crianças ao fim de semana.

Os cidadãos identificaram, ainda, outros problemas a resolver como a insuficiência de transportes públicos e, igualmente, os vazios urbanos e os prédios devolutos.

A equipa do PDM realizou uma apresentação sobre o processo de revisão do PDM e relativamente ao Bairro do Areias salientou que o principal desafio é a questão da coesão territorial e da sutura da malha urbana do bairro que necessita de consolidação.

 

No final, o presidente Nuno Canta agradeceu a participação e os contributos dos moradores do Bairro do Areias e garantiu que os assuntos apresentados serão trabalhados durante a revisão do PDM.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *