Celorico de Basto, Sociedade

Celorico de Basto recebeu sessão de informação sobre o Comércio Investe

_DSC0062A ação teve como objetivo esclarecer os comerciantes presentes sobre o sistema de incentivos à modernização do comércio, Comércio Investe. “Trata-se de uma ação que pretende esclarecer as pessoas sobre os apoios e a forma como devem atuar para que o seu negócio possa crescer.

De facto, pretendemos desenvolver mecanismos de decisão e apoio que vão de encontro às ideias, bem consolidadas, dos comerciantes para que os seus negócios adquiram as condições pretendidas” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, na sessão de encerramento.

A sessão foi desenvolvidada entre duas entidades parceiras a Câmara Municipal de Celorico de Basto e a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto que, em uníssono, procuram desenvolver ações facilitadoras e de apoio aos investidores. “Trabalhamos em parceria por forma a conseguir o máximo de apoios possíveis e disponíveis que facilitem o investimento. Temos ferramentas que os podem ajudar a singrar e é isso que pretendemos, informá-los. Com capacidade de resposta às solicitações, de forma consistente e bem delineada para que possam agir no sentido de requererem os apoios disponíveis para melhorar o seu negócio”, reforçou o autarca. De facto, o Comércio Investe é um sistema de incentivos à modernização do comércio que incide na modernização do interior e/ou exterior dos estabelecimentos comerciais, compra de mobiliário e equipamentos, aquisição de software, criação de site ou loja online, outros. Com este apoio o comerciante/investidor pode obter até 45% de subsídio a fundo perdido, com o máximo de 36.750€.

 

O objetivo deste sistema centra-se sobretudo, em apoiar os comerciantes. “Esta ação de divulgação tem por missão ajudar os comerciantes, oferecemos um programa que tem todo o interesse para os que querem investir”, disse o vice-presidente da Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, Casimiro Magalhaes Costa. “Nós comerciances/investidores antes de pensarmos em ver quais os mecanismos de apoio devemos saber o que queremos construir. É preciso pensar muito bem antes de entrar num negócio, para que possam tirar o máximo partido dos apoios acoplados”.

 

A apresentação da medida Comércio Investe esteve a cargo de um representante do IAPMEI, Pinto da Costa.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *