Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso dá continuidade a campanha arqueológica

Foto de arquivo - escavacao em Lanhoso 1A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso entregou, no passado dia 28 de fevereiro,  certificados aos cerca de 30 voluntários que participaram  na escavação arqueológica da villa romana de Lanhoso. Esta entrega decorreu no edifício da Junta de Freguesia de Lanhoso.

Estes trabalhos, que envolveram aproximadamente 30 voluntários, decorreram em agosto do ano transato e permitiram colocar a descoberto, ainda que de forma parcial, algumas ruínas arqueológicas, algo há muito ambicionado pelos Lanhosenses.

Além desta cerimónia, houve oportunidade para fazer um balanço dos trabalhos que se realizaram no já referido sítio arqueológico, bem como para lançar as bases para a próxima campanha de trabalhos, que se desenvolverá entre 23 de março e 2 de abril (férias da Páscoa), das 14h00 às 18h00.

Durante estas duas semanas, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Junta de Freguesia de Lanhoso pretendem retomar os trabalhos encetados no ano transato, de forma a adiantar o processo de escavação desta villa romana, para que, em setembro de 2015, seja possível iniciar o processo de musealização restituindo, assim, a dignidade necessária a um monumento que se revelou importante no contexto da romanização do concelho da Póvoa de Lanhoso.

“O nosso objetivo é concluir no final do verão deste ano os trabalhos arqueológicos e proceder à musealização do espaço. Por isso é que vamos avançar com um período adicional de escavações nas férias de Páscoa. E fazemo-lo porque podemos contar com a disponibilidade de uma equipa de voluntários muito empenhada e competente e com a indispensável parceria da Junta de Freguesia de Lanhoso”, refere o Vereador para a Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes, acrescentando que “este será mais um ponto de referência do nosso roteiro turístico e patrimonial. Iremos dotar este espaço de um painel interpretativo que permitirá, a quem nos visita, ter uma ideia daquilo que foram as ‘villas romanas’ e a importância desta no contexto da nossa região”.

Estes trabalhos arqueológicos têm sido vividos de uma forma intensa e marcam positivamente todos os voluntários, porque, além de contribuírem para o estudo e valorização do património arqueológico concelhio, desenvolvem algumas capacidades de sociabilização com os restantes participantes.

Os interessados podem efetuar a sua inscrição através da ficha disponibilizada para o efeito e remetendo para arqueologia@mun-planhoso.pt.

A inscrição também pode ser realizada através do telefone 253 639 708.

Ficha de inscrição aqui.

 

Condições de participação aqui.

 

Arqueologia Experimental valoriza património

Os Serviços de Património da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso têm vindo a desenvolver um conjunto de iniciativas com o propósito de valorizar e projetar o nosso património cultural no panorama nacional. Recentemente, e através de estágios protocolados com a Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, um conjunto de jovens estagiários começou a desenvolver um projeto de Arqueologia Experimental em contexto de trabalho.

Este ateliê visa fomentar o desenvolvimento das capacidades técnicas e artísticas destes jovens, uma vez que estão a construir instrumentos relacionados com o paleolítico superior, período histórico em que as comunidades eram nómadas e recorriam a arcos, flexas e lanças com pontas de sílex, para desferir um golpe mortal na presa. Estes utensílios vão ser utilizados no cortejo histórico e etnográfico de S. José.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *