Cultura, Palmela

Comemorações do Dia Mundial do Teatro no Concelho de Palmela

Castelo-PalmelaAo longo de todo o mês de março, a Câmara Municipal de Palmela e os parceiros assinalam o Dia Mundial de Teatro, 27 de março, com um programa comemorativo que chegará a vários pontos do concelho, com muitas propostas. O trabalho desenvolvido pelos grupos de teatro de amadores do concelho de Palmela estará em destaque nestas comemorações, com o regresso aos palcos dos espetáculos que marcaram o último ano e produções em estreia, para os diversos públicos.

O Dia Mundial do Teatro foi instituído em 1961 pelo Instituto Internacional de Teatro da UNESCO. Com entrada livre ou valores simbólicos, este programa comemorativo constitui uma oportunidade privilegiada para desfrutar do prazer de ver teatro.

 

Programa:

                              

 

1 março – 16h00 | Cineteatro S. João

15 março – 16h00 | Sociedade de Instrução Musical, Quinta do Anjo

“A que horas passa o autocarro?” pelo ATABRINCA

Esta é uma obra habitada por personagens cujos conflitos do quotidiano podem ser tão divertidos como subtis. Tudo se desenrola numa simples paragem de autocarro, sendo este o tema principal. Vinte crianças, alunos entre os 6 e os 13 anos, fazem a montagem deste espetáculo infantil cheio de gargalhadas e bom humor.

Entrada: Valor facultativo

Apoio: Câmara Municipal de Palmela, Sociedade Instrução Musical

Org: ATA

 

 

7 março – 21h30, 8 março – 17h00 | Auditório Municipal Pinhal Novo

“Anjos no Cabelo do Diabo” pelo Teatro Sem Dono (Estreia)

«Toda a gente suspeitou de toda a gente mas ninguém sabe quem é o Diabo.» (Provérbio macedónio.) Entre a coragem e o medo, fugir ou matar. Mergulhamos nas memórias felizes e em tudo o que foi e já não é, nem volta a ser. O silêncio vem e anuncia-nos o que não queremos. A dor do mundo paira no ar esta noite, aqui na doce e amada Sérvia, no meu coração dilacerado. A noite congela as lágrimas que escaparam dos meus olhos. A neve marca a morte do meu vizinho, do meu cão e da criança desconhecida que jogava às escondidas com os atiradores furtivos. Nada ficará igual, já nada é igual daquilo que conheci. Já nem a malha nos protege dos tiros dos snipers. Não se pode confiar em ninguém, os nossos pais, irmãos, amigos… já não se pode… porque até em sonhos nos matam. Só o amor nos poderá segurar a esta vida, mesmo que seja donde não estamos à espera.

M> 16 anos

Bilheteira : 3 €

Apoio: Câmara Municipal de Palmela

Org: Teatro Sem do Dono

 

 

14 março – 16h00 | Auditório Municipal Pinhal Novo

“Oriana” pela escola de teatro da Sociedade Filarmónica Humanitária

A partir do texto de Sophia de Mello Breyner, com direção de Pedro Giestas

entrada: valor facultativo

M>4 anos

Apoio: Camara Municipal de Palmela

Org: Sociedade Filarmónica Humanitária

 

 

14 março – 21h30 | Centro Cultural Poceirão

21 março – 21h30 | Sociedade Instrução Musical, Quinta do Anjo

“Comédia a l’(a)parte” pela APPACDM

O prazer de fingir, é isso que vêm fazer ao teatro… ver coisas a fingir. Um grupo de atores ironiza os problemas da nossa sociedade atual, recorrendo aos dramaturgos clássicos. O ato de pensar ocorre naturalmente, assim como o ato de sentir e o ato de rir, tudo revelado em vários excertos de diferentes peças. Acompanhados por Harold Pinter, Samuel Beckett e Gil Vicente, relembramos a força e a inteligência na comédia.

Entrada: Valor facultativo

Apoio: Câmara Municipal Palmela e Sociedade Instrução Musical

Org: APPACDM

 

 

14 março – 21h00 | Centro Comunitário de Águas de Moura

“É tão bom uma amizade” pelo Projéctor Teatro

Uma história muito engenhosa e divertida que narra o encontro com o Outro, através de um percurso repleto de fantasia. Alguém que não é visto, nem conhecido, vai-se tornando visível e, pouco a pouco, deixando-se conhecer e compreender. De uma forma muito simples e didática. A peça, mostra-nos que o Outro, ou seja aquele que é diferente de nós, é o único que nos pode ensinar alguma coisa e levar-nos por novos caminhos nem sempre percorridos. A partilha e a tolerância são os dois principais valores que atravessam toda esta história. Pelo meio, há viagens que os levam a outros países e até à Lua, onde se percorrem sonhos e engraçadíssimas e ternurentas canções que elevam o nosso espírito até ao reino do belo e do imaginário. O Outro potencia o encontro e o desencontro com tudo aquilo que vai acontecendo a qualquer um de nós na vida e nos deixa mais ricos.

M> 4 anos

Apoio:  Câmara Municipal de Palmela

Org: Grupo de Teatro TELA

 

 

27 março – 21h30 | Auditório Municipal Pinhal Novo

11 abril – 21h30 | Cento Cultural Poceirão

“Os Ratos e Homens” pelo Ensaiarte (Estreia)

Os homens como nós, que trabalham nas herdades, são os camaradas mais solitários do Mundo. Não têm família. Não pertencem a lugar algum. Chegam a uma herdade e trabalham até juntarem algum dinheiro e depois vão à cidade e deitam-no fora e, então, não têm outro remédio senão entrar noutra herdade. Não podem esperar nada do futuro. Vi centenas de homens e cada um deles com um pedaço de terra na cabeça. Nenhum desgraçado conseguiu sequer comprar um naco de terra. Ficam só com ela na cabeça…só a têm na cabeça. Um homem fica louco quando não tem ninguém. Não importa quem… apenas uma companhia. Uma pessoa sente-se tão só que até fica doente. Mas connosco é diferente! Porque… eu te tenho para cuidar de mim, e tu me tens a mim para cuidar de ti… (John Steinbeck)

M> 12 anos

Entrada: valor facultativo

Apoio: Câmara Municipal Palmela

Org: Ensaiarte

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *