Celorico de Basto, Sociedade

Grupos do Celorico a Mexer em Celorico de Basto viveram o romantismo do S. Valentim com “Tertúlias de Amor”

_DSC7635O Cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses recebeu, nos dias 16 e 18 de fevereiro, as “Tertúlias de Amor”, uma iniciativa que contemplou todos os grupos do Celorico a Mexer e teve por objetivo comemorar a efeméride celebrada a 14 de fevereiro, o S. Valentim.

“Os nossos idosos são exímios contadores de histórias, sejam elas felizes ou nem por isso, importa dar-lhes atenção e permitir que possam, de forma tranquila, participar em ações que os valorizem e valorizem as suas vivências pessoais. Estas tertúlias têm essa função, valorizar o idoso com as suas histórias “românticas” e proporcionar momentos agradáveis ao som de grandes músicas interpretadas pelos próprios”, palavras do presidente da Câmara municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

No mesmo sentido, a Coordenadora da Ação Social e Saúde da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Helena Martinho, destacou a importância destas ações na promoção do bem-estar dos idosos. “ Vê-los assim felizes por integrarem estas ações é motivo para continuarmos a trabalhar no sentido de lhes proporcionar o melhor. Os nossos animadores e professores de Educação Musical têm feito um trabalho extraordinário e nota-se o empenho dos idosos integrados no programa em desenvolverem ações cada vez mais elaboradas e com o máximo de empenho. Estas tertúlias decorrem pelo segundo ano consecutivo e mostram-se muito recetivas por todos os intervenientes”.

O espetáculo “Tertúlias de Amor” contemplou os 25 grupos que integram o programa Celorico a Mexer que interpretaram grandes clássicos da música portuguesa como “Dá cá um beijo” de Roberto Leal, “Oliveira da Serra” de Amália Rodrigues, “Menina Vem à Janela” de Vitorino, “20 anos” de José Cid, “Passear Contigo” dos Broa de Mel, “Amanhã de Manhã” das Doce, entre outras músicas românticas e conhecidas no panorama musical. Todas ensaiadas nos espaços de animação de cada grupo.

A tertúlia decorreu nos intervalos das atuações e contou com os testemunhos dos idosos que não quiseram deixar de recordar algumas das suas histórias mais românticas.

As Tertúlias do Amor regressam para o ano sendo já parte integrante do plano de atividades do programa “Celorico a Mexer”.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *