Cultura, Tomar

Partilhe as suas memórias da Primeira Guerra sexta e sábado em Tomar

Foi inaugurada no sábado, na Casa dos Cubos, em Tomar, com a presença da presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas, da presidente do Instituto de História Contemporânea, Fernanda Rollo, e do representante da Assembleia da República, Rui Costa, a exposição “Portugal e a Grande Guerra”, evocativa do centenário da Primeira Guerra Mundial. Para além de um conjunto de painéis que contam a História da participação portuguesa no conflito, a exposição inclui diversos elementos que recriam a frente de batalha, como uma trincheira, armas pesadas ou um soldado com uma bicicleta usada em plena guerra.

Estão patentes também reproduções de postais enviados às famílias pelos soldados portugueses destacados na frente. Trata-se da iniciativa Dias da Memória, que será também retomada aqui em Tomar. Assim, nos próximos dias 14 e 15 de Fevereiro (sexta-feira, entre as 14h00 e as 22h00 e sábado das10h00 e as 18h00), todas as pessoas que tenham alguma memória do conflito, sejam cartas ou postais, fardas ou acessórios, quaisquer outro elementos ou apenas uma história para contar, são convidadas a dirigir-se à Casa dos Cubos onde poderão partilhar com os responsáveis da iniciativa as memórias que têm.

O objectivo é fotografar e identificar todos os elementos, que serão depois devolvidos aos seus proprietários, de modo a ajudar a construir a História colectiva da participação portuguesa na Grande Guerra, não só de quem lá esteve mas também de quem ficou e sofreu os impactos do maior conflito conhecido até então.

Cinema sobre a Guerra  

Esta iniciativa vai contar também com uma componente cinematográfica, em parceria com o Plano Extraordinário – Cineclube de Tomar. Assim, todas as quartas-feiras, entre 18 de Fevereiro e 18 de Março, pelas 21h30, no Cine-Teatro Paraíso, haverá sessões de cinema alusivas ao conflito (preço único: 1 €): 18 de Fevereiro – “Cavalo de Guerra”, de Steven Spielberg 25 de Fevereiro – “Gallipoli”, de Peter Weir 4 de Março – “Horizontes de Glória”, de Stanley Kubrick 11 de Março – “A Patrulha Perdida”, de John Ford 18 de Março – “A Grande Ilusão”, de Jean Renoir.

Uma exposição nacional

Inicialmente apresentada no Palácio de S. Bento, em Lisboa, a exposição “Portugal e a Grande Guerra” foi organizada pela Assembleia da República, pelo Instituto de História Contemporânea (IHC) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e por outras instituições.

Ficará patente em Tomar até 21 de Março, com entrada livre, no seguinte horário: de segunda a sexta-feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30; aos sábados das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. O Município de Tomar é parceiro nesta nova apresentação da exposição, que será complementada, também em parceria com o IHC, na realização dos Dias da Memória, a 13 e 14 de Fevereiro, bem como do encontro de divulgação histórica sobre Portugal e a Grande Guerra, que terá lugar a 13 de Março, na Levada de Tomar – Moinho da Ordem.

Pede-se a quem tenha recordações e memórias da Primeira Guerra Mundial tais como um postal ou a carta de um familiar, o diário de um soldado ou os objectos que usou, que conte essas histórias e partilhe as memórias de quem partiu para a Guerra mas também de quem ficou e sofreu os impactos do maior conflito conhecido até então. Os materiais e testemunhos trazidos pelos participantes poderão ser partilhados através da internet, contribuindo para se conhecer melhor o que a Primeira Grande Guerra significou para a população portuguesa.

Fica então o convite: traga as suas recordações e memórias aos Dias da Memória, na Casa dos Cubos, dias 13 e 14 de Fevereiro.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *