Cultura, Torres Vedras

Companhia Patrícia Pardo apresenta espetáculo de novo circo no Teatro-Cine de Torres Vedras

Comissura“Comissura” é um espetáculo de novo circo que vai ser apresentado pela Companhia Patrícia Pardo no próximo dia 6 de fevereiro, pelas 21h30, no Teatro-Cine de Torres Vedras.

Nesta performance serão abordados pelo Circo Comissura, ao longo de sete números, temas como o controle sobre o corpo alheio, o ciúme e a privacidade. O Circo Comissura é uma trapezista sem calças, um percussionista infiel (Traição ou direito à privacidade?), uma mulher depilada, afogada em 20 litros de cera, um ser humano enriquecido (necessidade ou insaciabilidade?)…

De referir que nas criações de Patrícia Pardo coexistem expressões de clown convencionais e contemporâneas, mas esta não se preocupa em corresponder aos parâmetros conservadores do teatro e do circo. “Comissura” é um espetáculo capaz de ligar o espetador à melancolia de reconhecer que está vivo e à estranheza que essa situação pressupõe, bem como às dualidades e à mescla de sentimentos subtis que daí advêm.

A Companhia Patrícia Pardo foi fundada em 2007. As suas criações são desenvolvidas a partir de pesquisas sobre o palhaço tradicional e contemporâneo. Esta criadora escreve, dirige, produz e atua nos seus espetáculos.

O preço dos bilhetes para se assistir a “Comissura” no Teatro-Cine de Torres Vedras é de 5 euros.

Ficha técnica e artística: Guitarrista e excêntrico: Jesús Marco / Roge Magdaleno / Vicente Grau Eletricidade: David Sánchez, Manolo Conde / Juancho Serra, Mundi Gómez Clown: Patrícia Pardo Iluminação: Luis Huertaei, Mundi Gómez Cenografia e figurinos: Lluna Albert Músicas: Jesús Marco, Roge Magdaleno, Vicente Grau (música original guitarra e ukelele, exceto vals solano); Eithor Thorlaksson (vals solano); C. Saints-Säens (sonata); Gioacchino Rossini (“Il barbiere di siviglia”) Dramaturgia e Textos: Patrícia Pardo Edição de vídeo: Andrés Jerez e Chon González Espaço cénico, iluminação e maquinaria: Mundi Gómez e Juancho Serra Assistência cénica e técnica: Emílio Lavarias e Edison Valls Coaching trapézio: Fefa Borrego Codireção número “la pallassa que xama”: Amparo Oltra Codireção números “el bebé”, “el concert en do zelós” e “la cera”: Walter Velázquez Assistência de direção: Eva Zapico Direção: Patrícia Pardo

De referir que o Teatro-Cine de Torres Vedras, situado na Avenida Tenente Valadim, n.º 19, nesta cidade, está aberto de 3.ª a 6.ª feira entre as 9h e as 13h e as 14h e as 17h, e a partir das 18h em dias de espetáculo, podendo ser contactado pelo n.º de telefone: 261338131.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *