Estremoz, Sociedade

Dom Alentejo e Broas de Bolota e Mel de Estremoz em destaque no “Café Portugal”

image002O projeto Dom Alentejo foi apresentado o ano passado, por ocasião da 28ª edição da FIAPE – Feira Internacional Agropecuária de Estremoz. A surpresa da introdução da bolota como ingrediente principal na doçaria da região despertou a curiosidade, não só dos presentes no certame, mas também daqueles que ao longo do último ano foram tendo conhecimento deste projeto do casal residente em Estremoz, José Pereira e Isilda Ameixa.

No dia de ontem, a revista digital “Café Portugal” apresentou uma muito detalhada peça de reportagem, intitulada “Estremoz – Bolota é a nova rainha da doçaria alentejana” e assinada pela jornalista Ana Clara, sobre a “Dom Alentejo” e os seus produtos: Torta de Bolota, Broas de Bolota e Mel e Broas de Castanha.

Na reportagem, Isilda Ameixa e José Pereira falam de como tudo começou, de como as experiências com a bolota se transformaram em doçaria regional e de como os primeiros clientes, a quem foi dado a provar as primeiras broas, ficaram agradavelmente surpreendidos com o sabor.

Fruto associado aos tempos de escassez no Alentejo, a bolota começa atualmente a ser aproveitada como ingrediente principal não só na doçaria mas também na gastronomia da região.

Durante a peça Isilda e José referem por várias vezes o nome da cidade de Estremoz, a cidade onde residem, que está presente na sua marca, que está intimamente ligada ao seu projeto, e que pretendem levar o mais longe possível.

Mais um encanto de Estremoz que deve provar!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *