Cultura, Mação

Saramago expõe em Mação

IMG_3255No dia 10 de Janeiro foi inaugurada a Exposição de Carlos Saramago “A Impossibilidade de conter o Surrealismo”  na Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira que estará patente até 31 de Janeiro.

O pintor integrou a Exposição que inaugurou a nova Galeria em Julho de 2013 e voltou agora ao novo espaço inaugurando o ciclo de Exposição de 2015. Foi exactamente o que referiu o Presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, realçando que “este espaço é de todos, particularmente dos artistas de Mação e Carlos Saramago tem e terá sempre este espaço à sua disposição sendo que o tem dignificado desde a sua inauguração.” Referindo-se ao artista, Vasco Estrela disse que “o Carlos Saramago tem lutado toda a vida contra as adversidades que a mesma lhe tem imposto. Luta pelo seu trabalho e pela melhoria contínua, pela evolução. Enfrenta as contrariedades fazendo o que, por vezes, poderia parecer impossível, tem sido um exemplo de perseverança, um exemplo para todos nós.”

Carlos Saramago referiu que tem muito orgulho em expor na sua terra referindo ser sempre especial. Sobre a exposição referiu que “é uma exposição um pouco violenta, mais escura e se calhar as pessoas não querem ter um Saramago mais violento na parede da sala mas reflectem a minha vida e os meus sentimentos, particularmente  em 2013 e têm muito de mim nesse período”.

Calos Saramago é autodidacta tendo começado a pintar muito cedo. A sua arte perambula pelo surrealismo, retractos, caricaturas, óleo, acrílico, aquarela, azulejos. A actual exposição é uma apresentação nua e crua dos seus sentimentos e ideias.

Desde 1989 Carlos Saramago já participou em inúmeras exposições  tanto individual como colectivamente em várias galerias nacionais, nomeadamente em Mação, Abrantes, Gavião, Porto, Nazaré, Santarém, Leiria, Oeiras, Guimarães,  e tantas outras. Internacionalmente expôs na Suíça na Galeria “AAA Ascona” do Teatro VARIÉTE DE ASCONA, em Itália Museu do Hospital Civil de Legnano.

A Exposição está patente até 31 de Janeiro e pode ser visitada, nos dias úteis entre as 9j00 e as 17h30 e ao sábado entre as 14h20 e as 17h30.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *