Palmela, Sociedade

Palmela solidária com Ilha do Fogo, em Cabo Verde

A ilha cabo-verdiana do Fogo vive momentos de grande dificuldade, na sequência da erupção vulcânica que teve início a 24 de novembro e que, pela sua violência, ameaça as populações e destruiu, já, casas, equipamentos e infraestruturas, afetando, em particular, a zona de Chã das Caldeiras.

O município de Palmela, geminado com S. Filipe (um dos três municípios da ilha) desde 1996 e unido por laços mútuos de profunda amizade e respeito – que se alargaram, entretanto, às instituições locais, no decurso dos inúmeros contactos realizados em dezenas de ações de cooperação para o desenvolvimento e de encontros bilaterais – está, naturalmente, atento à situação e propôs-se agir, desde já, no auxílio às necessidades dos desalojados – cerca de mil pessoas, que perderam as habitações, muitos dos seus bens e meios de subsistência.

Assim, seguiram, já, por via marítima, 284 caixotes com doações, constituídas, essencialmente, por roupa e material médico, que deverão chegar a S. Filipe no final deste mês. A Câmara Municipal irá proceder, também, internamente, a uma recolha de bens e alimentos para envio, numa campanha que irá durar cerca de dois meses. Numa segunda fase, a autarquia apoiará a reconstrução de infraestruturas, habitações e equipamentos sociais, tendo solicitado o apoio da Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento, que integra, no sentido de consolidar esforços e obter resultados mais eficazes.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *