Desporto, Seixal

Torneio de Futebol Veterano em homenagem a Albano Narciso Pereira no Seixal

image001 (7)No dia 20 de dezembro, sábado, realiza-se, no Campo Vale da Abelha, na Aldeia de Paio Pires, o Torneio de Futebol Veterano «Em Lembrança de um Ídolo», cujo objetivo é homenagear Albano Narciso Pereira, uma das maiores figuras do futebol do concelho e do país.

O evento conta com a participação das equipas Sporting Clube de Portugal, Associação Desportiva Luís Boa Morte, Paio Pires Futebol Clube e Directivo Ultras XXI.

Os jogos têm início às 9 horas e decorrem durante toda a manhã.  Um dos jogos será iniciado com um pontapé simbólico dado por um bisneto de Albano Narciso Pereira.

O torneio é organizado pela Associação Desportiva Luís Boa Morte, com o apoio da Câmara Municipal do Seixal e da União de Freguesias do Seixal, Aldeia Paio Pires e Arrentela.

Para além da vertente desportiva e de homenagem, o Torneio abraça a campanha solidária «Rumo ao Bilateral», que visa a angariação de fundos para a Alice ouvir o mundo através da colocação de dois implantes cocleares (facebook.com/rumoaobilateral). Segundo a organização, o evento «será um palco onde a vitória tem contornos humanitários».

Albano Narciso Pereira

Albano Narciso Pereira nasceu no Seixal. Começou a jogar futebol no Seixal Futebol Clube, depois foi para os juniores do Barreirense e voltou ao Seixal já como sénior.

Fez parte dos famosos Cinco Violinos do Sporting Clube de Portugal. Foi internacional 13 vezes, marcando três golos ao serviço da Seleção Nacional, na qual se estreou a 5 de janeiro de 1947, contra a Suíça, no Jamor, no célebre jogo que ficou empatado a dois golos, sobre o qual mais tarde disse: «Choveu tanto naquele Portugal-Suíça que eu encolhi mais dois centímetros», revelando o seu sentido de humor e constante boa disposição.

A 29 de julho de 1957 teve a sua festa de homenagem e de despedida do Sporting, depois de uma época em que fez apenas seis jogos, afirmando, então, humildemente, que continuaria a jogar na reserva ou onde fosse necessário, até o Sporting o mandar embora.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *