Cultura, Évora

Évora congratula-se com reconhecimento internacional do Cante Alentejano

unnamedLZGU6Z1ZNo momento em que é conhecida a decisão da UNESCO de classificar o Cante Alentejano como Património Imaterial da Humanidade, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, manifesta publicamente o seu regozijo em nome do concelho, afirmando que é o “Alentejo, no seu todo, que está de parabéns”.

“Se por um lado é importante este reconhecimento internacional do Cante Alentejano, como contributo para a sua divulgação à escala mundial, importa lembrar que o Cante Alentejo é, há muito, um património identitário único, genuíno, com enorme valor cultural para os Alentejanos”.

“A partir de agora, o Cante Alentejano pertence a todos, é do Mundo, e tal facto deve deixar-nos orgulhosos”, frisa o autarca eborense, adiantando que “é na diversidade cultural que devemos apostar, numa altura em que nos tentam impor uma uniformização de princípios e de costumes”.

“O Cante Alentejano é diferente e único no Mundo. Valoriza o Alentejo e o povo que ao longo de gerações o tem construído e vivificado com uma mestria ímpar”, acrescenta Carlos Pinto de Sá.

O reconhecimento do Cante Alentejano como Património Imaterial da Humanidade surge dois dias depois de Évora ter comemorado o 28º aniversário da sua classificação como cidade Património Mundial. A junção dos dois títulos deixa o edil eborense duplamente satisfeito. “Em Évora esta declaração ganha um significado redobrado já que acrescenta o reconhecimento de um património imaterial do Alentejo, à classificação de Évora enquanto conjunto edificado.”

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *