Cultura, Marinha Grande

Lotação esgotada para receber António Zambujo na Marinha Grande

OrquestraLigeiraMarinhaGrande2No próximo fim-de-semana, a Casa da Cultura – Teatro Stephens acolhe espetáculos musicais. Na sexta-feira, 21 de novembro, pelas 21h30, a lotação já se encontra esgotada para o concerto do músico António Zambujo.

António Zambujo cresceu a ouvir o cante alentejano. Nascido em Beja, em 1975, António Zambujo começou a estudar clarinete com 8 anos, estreando-se no Conservatório Regional do Baixo Alentejo.

Em 2002, editou o seu primeiro trabalho “O Mesmo Fado”. Do Alentejo para o mundo, a obra de António Zambujo foi elogiada nos quatro cantos do globo, louvada, por exemplo, no Brasil (com apoiantes tão ilustres quanto Caetano Veloso ou Jô Soares) ou nos Estados Unidos (onde contou com rasgados aplausos do incontornável The New York Times).

No domingo, dia 23 de novembro, pelas 16h00, a Casa da Cultura – Teatro Stephens acolhe o concerto do 17º Aniversário da Orquestra Ligeira Juvenil da Marinha Grande.

A Orquestra Juvenil da Marinha Grande é um projeto comum da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia e encontra-se agora sediada em instalações do Museu Joaquim Correia cedidas pela Câmara Municipal.

 

Para o último fim-de-semana de novembro, a programação é a seguinte:

29 de novembro . sábado . 21h30

Teatro “Ibéria”, pela Peripécia Teatro

Sinopse |

Três atores encontram-se num palco vazio. Cada um leva consigo um pequeno Kit. Este inclui um simples manual de instruções do qual se servirão para realizar uma fugaz, mas hilariante viagem pela História da Península Ibérica. Vão-lhes aparecer três pastorinhos…

Vão dar por si rodeados por uma cruel batalha: Portugueses, Castelhanos e Muçulmanos. Encarnarão Camões e Cervantes, que contarão as lendas de Inês de Castro, de Viriato, e de Numância assediada pelos Romanos. Vão-lhes aparecer três pastorinhos…

Terão que enfrentar-se, cara a cara, com a Padeira de Aljubarrota na Batalha com o mesmo nome. Viajarão nos barcos de Vasco da Gama e de Cristóvão Colombo. E o que acontecerá durante a Dinastia Filipina?… Vão-lhes aparecer três pastorinhos…

Episódios | Batalha do Salado; Inês de Castro; Viriato e Numância; Batalha de Aljubarrota; Descobrimentos; Tratado de Tordesilhas; Dinastia Filipina; O Milagre

FICHA TÉCNICA

Criação e Interpretação | Noelia Domínguez; Sérgio Agostinho; Ángel Fragua

Iluminação | Paulo Neto e Luís Viegas

Operação de luz | Eurico Alves

Figurinos e Adereços | José Rosa

Desenho Gráfico | Zétavares / Pedro Coelho

Fotografia | Carlos Teles

Direção | José Carlos Garcia

Classificação | M/12 anos

 

 

Dia 30 de novembro . domingo . 10h30

Teatro de marionetas “ETC…”

Sinopse |

Esta criação da companhia S.A. Marionetas é o resultado de vários anos de trabalho na área do teatro de marionetas, mais especificamente em criações sem a utilização da palavra como veículo de comunicação. Esta forma de fazer teatro dá ao espectador um universo mágico transportando-o para dentro da acção. Não existindo a barreira da palavra esta produção tem vindo a ser apresentada um pouco por todo o mundo. Teve a sua estreia em Macau e já passou por países como China, Cazaquistão, Coreia do Sul, Indónesia e Irão.

Pequenas histórias de um lugar onde os seus habitantes vivem as mais variadas peripécias. A inocência das ações resulta em momentos de humor vividos pelas personagens esculpidas em esponja. Os sons e os movimentos substituem as palavras, as marionetas cativam-nos com a sua simplicidade transportando-nos para um lugar mágico e cativante e etc., etc., etc… entretanto o passarinho faz algo que não devia, o gato brinca, a bola rebola e etc., etc. e etc…

FICHA TÉCNICA

Original | José Gil, Natacha Costa Pereira e Sofia Vinagre

Encenação | Natacha Costa Pereira, Sofia Vinagre e José Gil

Construção das Marionetas | Natacha Costa Pereira e José Gil

Manipulação | José Gil, Sofia Vinagre e Natacha Costa Pereira

Música Original | Gonçalo Tarquínio

Produção | S.A. Marionetas – Teatro & Bonecos

Classificação | M/6 anos

 

Os bilhetes para todos os espetáculos são gratuitos, sendo disponibilizados (mediante a lotação da sala), de terça-feira a domingo, entre as 10h00 e as 13h00 e as 14h00 as 18h00 na receção da Casa da Cultura – Teatro Stephens/Receção do Museu do Vidro. No dia do espetáculo, a bilheteira está aberta até às 22h00. Podem também ser reservados através do email teatro.stephens@cm-mgrande.pt ou telefone 244573377.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *