Estremoz, Sociedade

Estremoz acolhe o projeto “Natal a Brincar”

Estremoz vai acolher o projeto Natal a BrincarA exemplo do ano anterior, o concelho de Estremoz vai acolher o projeto “Natal a Brincar”, de 24 de novembro a 9 de dezembro.

O projeto “Natal a Brincar” vem provar que o Pai Natal existe. Existe e vive dentro do coração de cada um de nós. Há cada vez mais crianças que, mesmo vivendo junto das suas famílias, sem possibilidades financeiras para terem um pouco daquilo que muitas vezes damos em excesso aos nossos filhos. São famílias no limite, que amam os seus filhos, mas precisam de ser ajudadas. Estas crianças muito raramente recebem uma prenda comprada a pensar nelas. Muitas delas nunca abriram um embrulho com um laço, nunca tiveram um brinquedo novo, sempre herdaram brinquedos que já foram de outros meninos. Nunca um brinquedo foi só delas.

Vamos incluir estas crianças na nossa lista de presentes deste ano?

Vamos comprar uma boneca, uma bola, um carrinho ou um livro e oferecer à Margarida, ao Afonso, ao Manuel ou à Teresa?

Torne real a Magia do Natal para uma destas crianças oferecendo-lhe uma prenda. Compre-a a pensar na criança que escolheu e, depois de embrulhada, deixe-a numa das várias instituições parceiras deste projeto. Quando o fizer, identifique no presente a criança que o vai receber

Para este efeito, entre os dias 24 de novembro e 9 de dezembro, serão colocados pontos de recolha de brinquedos novos nos seguintes locais: Casa de Estremoz; CerciEstremoz; Climalentejo – Especialistas em Climatização, Água e Energia; Farmácia Carapeta & Irmão; Farmácia Costa; Farmácia Godinho; Farmácia Grijó; Fernanda Maria Pires Carvão Cabeleireiro ; Ginásio In Shape Estremoz; Ginásio Point Fit Estremoz ; Inês Cabeleireiro; Juntas de Freguesia; Mercearia Gadanha; Pastelaria Formosa; Rosa Cabeleireiros; e nos dias 28, 29 de novembro e a 5 e 6 de dezembro no Continente Modelo e Intermarché de Estremoz.

Nos dias que antecedem o Natal, a Câmara Municipal de Estremoz e o Agrupamento de Escolas de Estremoz encarregam-se de fazer chegar os embrulhos aos responsáveis por essas crianças, para que cada menina e menino abra o seu presente apenas na noite de Natal. Talvez o único presente da noite

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *