Sociedade, Vila Real de Santo António

Vila Real de Santo António assume a presidênci​a da Associação Internacio​nal de Cidades Iluminista​s

Vila Real de Santo António_Praça Marquês de PombalO município de Vila Real de Santo António vai acolher a sede da Associação Internacional de Cidades e Entidades do Iluminismo (AICEI), uma estrutura que se destina à promoção conjunta da importância económica e cultural das urbes que tiveram a sua fundação no período iluminista do século XVIII.

A decisão foi tomada durante o IX Encontro Internacional da AICEI, realizado em Valência (Espanha), fórum que teve como centro de debate «O Património Histórico e a Economia da Cultura».

Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de VRSA, com esta missão, Vila Real de Santo António reforça ainda mais a sua importância como cidade iluminista e está empenhada em promover um debate amplo sobre os desafios que se colocam à regeneração urbana, tendo em vista a preservação arquitetónica e a atual situação económico-financeira.

«O Centro Histórico de Vila Real de Santo António constitui, na atualidade, um dos melhores exemplos da arquitetura e do urbanismo do século XVIII, cuja importância levou à aprovação de um Plano de Salvaguarda do seu Núcleo Pombalino e à criação da primeira Área de Reabilitação Urbana (ARU) do país», nota Luís Gomes.

Está a ser alvo da maior operação de requalificação jamais realizada, avaliada em um milhão e meio de euros, e que está a transformar a cidade numa referência turística e comercial.

O processo, em marcha desde 2013, é financiado pelo fundo comunitário Jessica e deu origem à criação da marca «VRSA a Céu Aberto», através da qual foi uniformizado todo o comércio e material urbano e requalificados os edifícios mais emblemáticos da cidade.

A AICEI é uma associação sem fins lucrativos, de carácter internacional, que visa estabelecer uma rede de cooperação e de estudo entre as cidades e entidades membros, promovendo a valorização e a conservação do património herdado do «Século das Luzes».

Através das suas atividades e congressos anuais, destina-se a difundir o conhecimento e a proteção do património material e imaterial do século XVIII e a sua projeção e reflexo no século XXI, considerando que os seus valores são um elemento diferenciador para o progresso e o desenvolvimento socioeconómico

Atualmente, a AICEI conta com 14 membros dos quais fazem parte cidades e entidades tais como Barcelona, Real Sítio de San Ildefonso/Segóvia, Almacelles, Ferrol, Valência, Es Castell/Menorca, Cádiz, Universidade de Cádiz, Madrid, Cartagena, Vila Real de Santo António e a cidade de Guatemala, onde funciona a sub-sede da AICEI para o continente ibero-americano.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *