Desporto, Póvoa de Varzim

Póvoa de varzim dá energia ao Concelho em Forma

Póvoa de varzim dá energia ao Concelho em FormaA  Póvoa de Varzim continua a zelar pela aposta de um Concelho em Forma. O município promove o desenvolvimento de competições regulares de diversas modalidades, investe nos equipamentos e apoia as associações na renovação das suas estruturas de base para as atividades desportivas e outras valências.

Este ano, o Presidente da autarquia irá lançar um novo evento, a gala do Desporto, como forma de reconhecimento do empenho dos nossos atletas.

Durante o mês de novembro vão ter início dois dos mais importantes Planos de Desenvolvimento do Desporto concelhio poveiro, a 35ª edição do PPA (Plano de Promoção de Atletismo) e a 24ª edição do PDTM (Plano de Desenvolvimento de Ténis de Mesa). Os projetos reúnem cerca de um milhar de participantes de mais de uma dezena de associações.

Os programas desportivos, que irão terminar em junho de 2015, têm como finalidade “a promoção da atividade desportiva através da prática de cada uma das modalidades”. Desta maneira, são proporcionadas condições para a melhoria qualitativa e quantitativa dos cidadãos participantes.

Para Aires Pereira, Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, o crescimento sustentado das duas modalidades no concelho “é fruto de uma boa planificação entre autarquia e associações, bem como da melhoria das condições, de que é exemplo o Complexo Desportivo Municipal instalado no Parque da Cidade, que tem visto aumentar, a cada ano, o número de pessoas que ali se deslocam para exercer uma atividade física e de bem-estar”.

O PPA, o PPTM e o Campeonato Inter-freguesias de futebol irá “manter as condições que temos vindo a desenvolver”, referiu o autarca, não esquecendo que se tem vindo a reforçar muito a área que considera de “primordial importância, que é a do Desporto Sénior”. O projeto, enquanto acompanhamento dos mais velhos, “funciona como forma de as pessoas terem ali um espaço de convívio e de apoio social”, sublinhou Aires Pereira. Ao longo destes 10 anos de duração do programa, tem havido muita gente inscrita e, principalmente, mais feliz.

O Presidente sublinha que “iremos promover estes projetos, dentro do que são as atividades regulares desenvolvidas pelo município. Depois temos um conjunto de pedidos para eventos desportivos nacionais, no próximo ano, que são sempre uma boa forma de, durante o Inverno, ter eventos que atraem pessoas à cidade durante o fim de semana”. A Câmara Municipal está a dialogar com as federações que costumam trabalhar connosco, como o Voleibol, o Basquetebol e a Natação para promovermos essas competições.

Uma promessa do Presidente do município foi a criação da Gala do Desporto. Aires Pereira garante que será ainda este ano, em novembro, mas a data oficial ainda não está divulgada. O processo envolverá “conversações com clubes e associações para proceder à seleção dos atletas, equipas ou academias que tiveram relevo na atuação desportiva para levar a cabo esse evento que vai ser muito importante na história dos atletas”, frisou Aires Pereira.

Os responsáveis da Câmara Municipal não esquecem aqueles atletas que, de uma forma ou de outra, levam o nome da cidade mais longe, “demonstrando com os seus resultados o trabalho desportivo que é feito a diversos níveis em todo o município”.

A ideia é que a gala seja anual e regular, criando o hábito dessa festa para que os atletas se sintam motivados e tenham, a determinado momento, o reconhecimento público das suas atividades por parte do município. “Quem pratica desporto e faz o esforço que faz para divulgar o nome da Póvoa de Varzim merece o mínimo de agradecimento”, admite o edil poveiro.

Além das promoções regulares do município, também são apoiadas anualmente as diversas instituições concelhias que promovem a atividades desportiva, entre outras vertentes. Exemplo bem recente foi a recuperação da sede dos Leões da Lapa. A este respeito Aires Pereira afirma: “Temos que ter uma filosofia de dar a cana e não o peixe”. O município tem vindo a criar um conjunto de equipamentos para que as associações explorem e, através desses meios, consigam ter um conjunto de proveitos que lhes permitam uma sustentabilidade na sua atividade. Só assim é possível que as associações se tornem mais independentes e não se contentem apenas com o pedido de subsídios.

“Dentro das nossas disponibilidades financeiras, vamos continuar a melhorar as instalações das instituições”, assegura o Presidente Aires Pereira, que também adianta a intervenção para construir três novos relvados sintéticos. Com o propósito de criar condições excecionais para a prática do futebol, irão avançar em breve os campos sintéticos de Terroso e Beiriz, após terem sido aprovadas as respetivas candidaturas a fundos europeus, submetidas no Verão.

Aires Pereira garantiu que, além destas primeiras empreitadas, “decorrem os trabalhos de candidatura para os restantes cinco campos – Argivai, Amorim, Estela, Navais e Rates”,  sendo que em breve também haverá novidades sobre o financiamento destas intervenções.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *