Cultura, Póvoa de Lanhoso

Instrument​os de Tortura e Execução no Castelo de Lanhoso até ao dia 2 de novembro

Abertura de exposição 1Está patente até ao próximo dia 2 de novembro, na Praça de Armas do Castelo de Lanhoso, uma exposição de instrumentos medievais de tortura e execução.

Esta mostra, que apresenta réplicas de instrumentos como a forca, a cadeira inquisitória, a guilhotina, algemas, a berlinda e o açoite, de entre muitos outros.

Esta mostra abriu no passado dia 11 de outubro, num momento que contou com as presenças do Vereador para a Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes, e do Presidente da Associação de Artesãos do Minho, José Silva Torres. Esta entidade colaborou com a Autarquia na organização desta exposição. As visitas são gratuitas

“O objetivo desta exposição é, fundamentalmente, a divulgação e valorização de um monumento marcante na história de Portugal. O Castelo de Lanhoso é único. Nenhum outro, no nosso país, possui características iguais”, considera o Vereador para a Cultura, Armando Fernandes. “O nosso Castelo está transformado, nestes dias, numa autêntica casa de horrores. Também pretendemos dar a conhecer um pouco daquilo que foi o lado mais escuro da nossa história pela ação da Inquisição. As atrocidades que foram cometidas em nome de Deus na Idade Média. E alertar para os malefícios das guerras sangrentas e dos assassinatos que, nos dias de hoje, se continuam a cometer em nome de outro Deus”, acrescenta. O Vereador destaca ainda o trabalho realizado para que esta mostra se realizasse. “Gostaria de relevar a parceria que fizemos com a Associação de Artesãos do Minho, na pessoa do nosso amigo José Torres, sem a qual esta exposição não seria possível. E enaltecer o trabalho dos técnicos do município, liderados pela Dra. Mariana Pereira, que foram incansáveis na montagem desta exposição”.

A abertura teve como visitantes especiais cerca de 60 escuteiros do Agrupamento de São Martinho de Lago, Amares, que, naquele dia, realizaram um conjunto de atividades junto do Castelo de Lanhoso. Seguiu-se abordagem ao tema retratado  e uma explicação do uso dos utensílios.

Na oportunidade, os serviços da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso ainda proporcionaram a este grupo uma visita guiada à Torre de Menagem do Castelo de Lanhoso.

Ainda no âmbito da visita deste grupo de jovens, foi celebrada uma eucaristia na Igreja do Pilar, durante a qual os mais novos entregaram donativos que reverteram para o apoio a agregados familiares do Concelho, através do Banco de Voluntariado. Foi possível angariar cerca de 64 unidades.

Horário de inverno (outubro a maio): Quarta-feira a domingo das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30 Encerramento semanal: segunda-feira e terça-feira

 Contactos:

Telef: 253 639 708/ 253 634 312

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *