Cultura, Sociedade, Terras de Bouro

Terras de Bouro assinalou os 500 anos da atribuição da Carta de Foral ao concelho pelo rei D. Manuel I

8Ao logo de três dias, o Município de Terras de Bouro comemorou, de forma calorosa e repleta de atividades, a atribuição da Carta de Foral pelo Rei D. Manuel I em 1514.

Os quinhentos anos de história do Foral de Terras de Bouro, foram, como não podia deixar de ser, assinalados condignamente e com a participação de centenas de terrabourenses que fizeram questão de estar presentes nesta evocação tão importante da história do concelho.

Ao longo de nove dias, de 11 a 20 de outubro, as comemorações foram abrilhantadas por música popular, por teatro, pela Feira Quinhentista, esta magistralmente apresentada pela Associação Velha Lamparina, que elaborou também o cortejo e a entrega do foral, em colaboração estrita com o município, organizador do evento. Não poderia também o Município de Terras de Bouro deixar de agradecer e enaltecer a presenças dos ilustres convidados conferencistas que, ao longo de três dias, de 15 a 17 de outubro e sob o tema “Terras de Bouro, muito passado, mais Futuro”, rechearam as noites no Salão Nobre dos Paços do Concelho com as suas vivências e conhecimento.

De igual forma, o agradecimento do município ao grupo de canto de música barroca Vox  Angelis e claro, à centenária Banda Musical de Carvalheira que mais uma vez  contemplou todos os participantes nas cerimónias com a sua excelente presença. Às formandas terrabourenses do curso de formação em Pintura de Azulejos, promovido pela ATACHA, o reconhecimento municipal pela forma magistral como elaboraram os painéis em azulejo, (o primeiro que retrata o foral à entrada dos Paço do Concelho e o segundo, um autêntico hino à história do concelho, na Praça de Espetáculos) que doravante embelezarão e marcarão a vila sede do concelho.

No dia 20 de outubro, feriado municipal, decorreu a representação teatral da entrega do foral e a apresentação de duas obras literárias, uma sobre a Serra do Gerês e uma edição fac – símile do Foral de Terras de Bouro.

Na tarde do mesmo dia e para finalizar destacamos a inauguração, numa das principais rotundas da vila, de um monumento alusivo ao foral e que representa a nomenclatura das 17 freguesias do concelho (antes da reforma administrativa que impôs a sua redução para 14). Como referiu o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel:  “Este monumento simboliza a unidade do concelho, sendo que,  a pequena representação da geira romana aqui expressa, demonstra também o rasto do passado de que todos nos devemos orgulhar!”

O Sr. Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro finalizou saudando os presentes e enaltecendo a adesão em massa dos terrabourenses que viveram estas comemorações com muito regozijo e emoção, “com a certeza de que todo o concelho se unirá futuramente na implementação dos projetos necessários para o seu desenvolvimento, sem nunca esquecer as suas raízes históricas e culturais”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *