Desporto, Estarreja

Novo relvado sintético do Clube Desportivo de Estarreja recebe apoio da autarquia

DSC_0022ss O Presidente do Município de Estarreja, Diamantino Sabina, assinou, a 14 de outubro, um contrato-programa que estabelece um apoio financeiro de 165 mil euros, repartidos por quatro anos, ao Clube Desportivo de Estarreja (CDE) para a renovação do relvado sintético do campo de futebol do Complexo Desportivo do referido clube. A cerimónia contou também com a presença de Pedro Mendes, Presidente do CDE, e Adolfo Vidal, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Estarreja e responsável pela gestão financeira da autarquia.

O Município de Estarreja, assumindo o seu papel promotor do desenvolvimento desportivo e da prática desportiva e reconhecendo a importância do CDE no concelho, quer intervir no melhoramento das condições do Complexo Desportivo do clube, apoiando financeiramente 75% do valor total da obra. Para o Presidente do Município de Estarreja, depois de uma análise financeira “criteriosa”, o total de 165 mil euros é o “montante justo” para “um assunto de maior importância” e “absolutamente essencial para o bom funcionamento do CDE”, acrescentando que o clube “é, reconhecidamente, uma das instituições desportivas do concelho que a mais atletas dá formação”,  fator relevante na decisão municipal.

O atual pavimento sintético do CDE, com 14 anos de existência, tem sofrido um visível desgaste devido a intensa utilização pelos 150 atletas do clube e 400 elementos que compõem os escalões de formação. O estado atual do sintético “já não oferece as condições mínimas para a prática do futebol, especialmente para a prática do futebol de formação”, explicou Pedro Mendes no final da sessão de assinatura do contrato-programa. O Presidente do CDE não deixou de referir ser “impossível fazer esta substituição sem a ajuda do município”.

A empreitada de colocação do novo relvado sintético no clube arranca dentro de dias, com um prazo de 7 semanas para a conclusão da obra. Num investimento total de 220 mil euros, a solução para o Complexo Desportivo do CDE assenta na substituição do sintético do campo principal e aproveitamento de toda a área envolvente, utilizando o piso sintético removido.

A angariação de apoios e verbas para o financiamento da obra continua, por parte do CDE, junto dos patrocinadores, sócios e toda a população. Do lado da autarquia, o apoio de 75% da obra é considerado equilibrado: “Reconhecendo a importância do clube, tendo presente a capacidade financeira do município e a capacidade do CDE para levar avante a empreitada, chegámos a este ponto de equilíbrio, para todas as partes, e que permite que a obra possa ser feita”, sublinhou Adolfo Vidal, Vice-Presidente do Município de Estarreja, na sua intervenção.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *