Celorico de Basto, Cultura

“Um monumento, um concerto” foi destaque em Celorico de Basto

um monumento, um concerto (2)A igreja de Fervença, recebeu este fim de semana, 11 de outubro, o espetáculo “Um monumento, um concerto” voltado para a música coral, uma iniciativa dos Palcos do Românico.

Um dos espaços integrados na Rota do Românico, a igreja de Fervença, tem sido amplamente divulgada através dos palcos do românico. Desta vez, com música coral, num concerto do Ensemble Vocal de Freamunde, multifacetado estilisticamente, contemplando diferentes compositores e épocas de origem, destacando-se nomes como Claudio Monteverdi, Antonio Lotti, Edvard Grieg, e outros.

Este espetáculo procura reforçar o gosto pela música coral, criar novos públicos, mas também divulgar, dignificar e dinamizar o património da Rota do Românico.

“A Rota do Românico tem vindo a fazer um trabalho exemplar na promoção dos espaços demarcados com o estilo românico no nosso concelho. Cada atividade com as suas especificidades mas sempre com objetivo primeiro de valorização do património material em estreita comunhão com o património imaterial como os contos, as lendas, música, dança, e outros”, salientou o autarca, Joaquim Mota e Silva.

Um momento musical que se serviu de diferentes orientações estéticas, conferindo uma compreensão mais profunda da dimensão artística da música coral atual. Referir a interpretação de grandes obras clássicas como “Avé Maria”, Hallelujah de Leonard Cohen e música africana.

Dia 1 de novembro, o Castelo de Arnoia será o anfitrião de um novo espetáculo. Desta vez entrará em cena o “Tolo Truão, Bobo Bufão, ó Rei e a Egas acusas traição”, um espetáculo teatral apresentado pela companhia Asteriscóvbio – Associação Cultural.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *