Castro Marim, Cultura

Castro Marim recebeu “O Homem que Oferecia Rosas”

Apresentação do livro O Homem que Oferecia RosasO Romance “O Homem que Oferecia Rosas”, da autoria de José Murta Lourenço, foi apresentado na última sexta-feira na Biblioteca Municipal de Castro Marim.

“Não sendo autobiográfico, este romance é inspirado no meu percurso de vida”, sublinhou o autor. “O Homem que Oferecia Rosas” traz-nos a história de João dos Reis, um homem que, desde menino, procurava a mulher da sua vida. Nesta jornada cruza-se com diversas manifestações de loucura e, curiosamente, é no Hospital Júlio de Matos que encontra sossego e paz, até que um sonho lhe mostra Gabriela, que não vê há mais de 40 anos.

Numa apresentação emocionada, que também comoveu o público, José Murta Lourenço comparou a vida a uma viagem de comboio, em que “ não sabemos quando saímos, nem quando saem os que gostamos”. Nesta viagem, em que “nada é por acaso”, o autor partilha então a inspiração do novo romance, a sua história de amor com a mulher, uma namorada da juventude que nunca esqueceu e que reencontrou ao fim de 40 anos. Também presente, a esposa, Célia Lourenço, agradeceu ao autor e marido por a ter guardado “por mais de 40 anos e nunca se quer esquecido nem desistido”.

José Murta Lourenço, natural de Faro, é engenheiro eletrotécnico pelo Instituto Superior Técnico, especialista em engenharia de climatização, perito do Sistema de Certificação Energética e membro da Ordem dos Engenheiros. “O Homem que Oferecia Rosas” é o seu 17º livro editado. “Manhãs de orvalho”, “A Cidade da Luz”, “Sete Vidas” ou “As crónicas do Tobias” são alguns dos títulos publicados, desde 1995. “A pessoa não quer escrever, escreve porque se não escrever rebenta”, sublinhou José Murta Lourenço sobre as suas obras e aquilo que o move.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *