Lamego, Sociedade

Conferência recorda participação portuguesa na I Guerra Mundial

Conferencia_Guerra_MundialLAMEGO2014O Coronel David Martelo e o Coronel Luís Fraga evocaram na cidade de Lamego o centenário do início da I Guerra Mundial (1914-18) que opôs as grandes potências do mundo e durante a qual morreram nove milhões de combatentes, em grande parte provocados pelos avanços tecnológicos que determinaram um crescimento acentuado na letalidade das armas. Perante uma plateia constituída na sua maioria por auditores dos cursos de Defesa Nacional, que participaram no Encontro Nacional que decorreu na região do Douro, a conferência “A I Guerra Mundial – causas do conflito e participação portuguesa” também abordou o envolvimento de unidades militares desta região naquele conflito.

Organizada pela Associação de Auditores dos Cursos de Defesa Nacional, com o apoio da Câmara Municipal de Lamego, a palestra expôs a complexa rede de alianças políticas e militares que existia no continente europeu e que daria origem a dois grandes blocos de países em confronto. Portugal colocou-se ao lado do antigo aliado inglês, uma atitude que justificou a declaração oficial de guerra a Portugal pela Alemanha, em março de 1916.Logo no ano seguinte, as primeiras tropas, do Corpo Expedicionário Português, seguiram para os combates em direção a Flandres. Neste esforço de guerra, chegaram a estar mobilizados 200 mil homens. As perdas atingiram quase 10 mil mortos e milhares de feridos, além de custos económicos e sociais superiores à capacidade nacional.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *