Cultura, Torres Vedras

Cortejo Etnográfico de Santa Cruz, Torres Vedras recordará “tempos de outrora”

Cortejo EtnográficoNo próximo dia 15 de agosto realiza-se, em Santa Cruz, a 17.ª edição do Cortejo Etnográfico desta estância balnear.

 

Esta iniciativa pretende recrear uma antiga tradição das populações rurais do concelho de Torres Vedras, que tinham por hábito organizar naquela data uma “ida à praia”. Sendo pouco antes dos preparativos para as vindimas, o “15 de agosto” era uma “zona de fronteira” vivida de forma festiva pelos “saloios”.

 

Os preparativos para esse dia implicavam a participação de toda a comunidade como se de uma verdadeira festa se tratasse. Não faltava a “boa mesa” e o “bom vinho”. Vestia-se o fato de domingo e lá se seguia para Santa Cruz nas tradicionais carroças e carros de bois. Refira-se que a “ida à praia” era um privilégio para aquelas populações…

 

À semelhança dos anos anteriores, o Cortejo Etnográfico volta a contar com a participação dos ranchos folclóricos do concelho de Torres Vedras, fundamentais para a preservação da memória e da identidade local: Rancho Folclórico de Danças e Cantares de Campelos, Rancho Folclórico e Etnográfico “Os Camponeses” do Varatojo, Rancho Folclórico “Os Rurais” do Furadouro, Rancho Folclórico da Colaria, Rancho Folclórico e Etnográfico de Danças e Cantares do Furadouro, Rancho Folclórico e Etnográfico “Danças e Cantares” da Mugideira, Rancho Folclórico “As Velhas Glórias” d “Os Agricultores da Azenha Velha”, Rancho Folclórico da Silveira e Rancho Folclórico e Etnográfico “Flores do Oeste” (de A dos Cunhados).

 

O habitual desfile destes agrupamentos terá início pelas 10h, compreendendo quatro percursos distintos. Esses ranchos folclóricos atuarão no Largo Jaime Batista da Costa (à exceção daquele último agrupamento), dirigindo-se, posteriormente, para a Praia do Guincho, onde terá lugar o tradicional almoço-convívio, antecedido de uma “ida ao banho”.

 

A iniciativa, que é organizada pela Câmara Municipal de Torres Vedras, terá continuidade pela tarde com atividades lúdicas a lembrarem “tempos de outrora”.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *