Póvoa de Varzim, Sociedade

Presidente da Póvoa de Varzim inaugurou obras da Igreja de Beiriz

Presidente inaugurou obras da Igreja de BeirizForam no dia 13 de julho, inauguradas as obras de restauro da Igreja Paroquial de Beiriz, na sequência da destruição de uma das torres sineiras causada por um raio no dia 29 de novembro de 2008.

Aires Pereira, Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, e Dom Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga, descerraram, juntamente com o pároco da freguesia, Padre Delfim Pinto Coelho, a placa inaugural.

O Presidente da autarquia poveira explicou que “um dia de inverno houve aqui um acidente provocado por um raio e a Igreja ficou muito danificada. No entanto, também já precisava de obras, pois tinha um estado de conservação já pouco recomendável”.

Neste sentido, “reuniu-se toda a comunidade, desde a própria Câmara, à sociedade civil, mesmo de outras paróquias, e ao fim de cinco anos conseguiu-se fazer um restauro completo da Igreja para além das intervenções que fizemos no exterior de iluminação e reposição dos pavimentos”, esclareceu o edil.

Aires Pereira transmitiu que “temos a postura de que este tipo de edifícios monumentais faz parte da estratégia do concelho sob ponto de vista da aposta no turismo religioso e, portanto, também contribuímos e desta forma foi possível pôr de pé esta magnífica obra e restituir o brilho que já teve em tempos a Igreja de Beiriz”.

O Presidente referiu ainda que “foi uma obra que atingiu mais de meio milhão de euros de investimento e também muito demorada porque tem um rigor histórico que é preciso respeitar. O Sr. Padre Delfim também conseguiu reunir uma equipa técnica muito significativa à volta dele”, acrescentou, revelando que “a Câmara teve uma comparticipação de 125 mil euros, para além das intervenções que fizemos à volta da Igreja nos pavimentos e na recuperação do espaço público”.

Aires Pereira concluiu constatando que “a igreja está muito bonita. É um belíssimo monumento. A Póvoa de Varzim tem, felizmente, um conjunto de edifícios ligados à Igreja que são, sem sombra de dúvida, referências. Estão todos muito bem conservados. Tem havido um espirito de colaboração muito grande entre a Igreja e a própria autarquia considerando que são edifícios que também fazem parte de todo o movimento do turismo religioso e portanto temos todos a obrigação de contribuir”.

O Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, reconheceu que “o nosso povo está sempre unido, nos bons e maus momentos. Normalmente, as comunidades paroquiais respondem com muita generosidade. Quando é necessário fazer obras, as pessoas inventam iniciativas”.

E no caso concreto da Paróquia de Beiriz, louvou o trabalho que foi feito, dignificando a Casa de Deus, o arrojo e a coragem para a sua reestruturação. Deixou uma palavra de incentivo para que todos os paroquianos continuem a sua fé, agora com uma igreja renovada e para que, de agora em diante, todos sentissem a beleza que fizeram e tenham uma atitude nova e que dignifique o património.

O Padre Delfim Pinto Coelho explicou que “a grande fatia para as obras veio da ajuda da população com donativos, cortejos entre a comunidade, leilões nas catequeses e nos escuteiros e convívios de emigrantes. Contamos ainda com o apoio da Diocese de Braga e Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, que estiveram ao nosso lado desde a primeira hora, com a Proteção Civil, e Junta de Freguesia, num valor que ainda estamos a apurar a totalidade mas que ronda os 720 mil euros”.

O Pároco assumiu que “com isto, sem dúvida que o rosto da nossa igreja mudou 100 por cento. A beleza que já teve no passado, que foi sendo encoberta com poeiras, foi agora recuperada e corrigiram-se algumas coisas que estavam menos bem. A população deve estar satisfeita e todos devemos estar muito felizes”.

O Padre Delfim Pinto Coelho confessou ainda que  “esta foi a obra da minha vida. Foi a maior obra que executei nestes 33 anos de sacerdote. Tenho feito obras de raiz, mas, em dimensão, esta foi a maior. A queda do raio apenas veio acelerar a obra que já era precisa”.

Veja as imagens deste dia.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *