Póvoa de Varzim, Sociedade

Município da Póvoa de Varzim apoia “Dar e Receber.pt​”

Município apoia Dar e Receberpt​Foi apresentado na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, o projeto Dar e Receber.pt.

Andrea Silva, Vereadora da Coesão Social da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, esteve presente na sessão manifestando a adesão do nosso Município ao projeto.

A autarca explicou que “Dar e Receber.pt é promovido pela associação Entreajuda – Apoio a Instituições de Solidariedade Social, cuja presidente é Isabel Jonet, e a Cáritas Portuguesa, de Braga, mais diretamente envolvida com a zona Norte. Há muitos grupos socio caritativos e as próprias Conferências Vicentinas, que já estão muito envolvidas com a Cáritas de Braga”.

Andrea Silva revelou que “foram estas entidades que, em conjunto com a autarquia poveira, ajudaram a divulgar esta plataforma, em que as instituições e particulares ou mesmo empresas podem registar-se e criar encontros entre as necessidades que as pessoas têm e aquilo que estamos dispostos a doar”.

A autarca esclareceu que “o intermediário terá sempre que ser uma instituição de solidariedade social para evitar que isto se torne em negócio. Portanto, terá sempre que ser feita uma avaliação de quem precisa receber para saber se é, efetivamente, real essa necessidade e só depois, através da instituição de solidariedade social, será encaminhado o bem necessário”.

“Dar e Receber.pt” visa aumentar a intervenção da sociedade civil junto dos que mais precisam. Trata-se de um movimento que tem por base uma plataforma informática e que tem como principal função colocar em contacto quem quer dar e quem precisa de receber. Pretende oferecer uma resposta urgente, mais alargada e mais eficaz às necessidades dos mais vulneráveis pois já não são suficientes as soluções que as entidades da economia social, de forma isolada, conseguem oferecer com os recursos disponíveis.

Para tal, incentiva a cultura da participação cívica, através do voluntariado e da doação online de equipamentos, bens, serviços e tempo, por parte dos particulares ou empresas.

Assim, a plataforma acumula os dados do banco de voluntariado (tempo/serviços) com os dados do banco de bens e de equipamentos sendo possível pesquisar as instituições/particulares/empresas existentes no país, por distrito, por concelho ou por freguesia, que tenham uma resposta social para um caso de carência.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *