Cultura, Montijo

Exposição Forcados do Montijo

expo forcados (2)Na passada sexta-feira, dia 27 de junho foi inaugurada a exposição “Grupo de Forcados Amadores do Montijo: 50 anos de história, 1964-2014”, no Museu Municipal. A cerimónia contou com a presença de dezenas de pessoas entre entidades oficiais, forcados, familiares e amigos dos Amadores do Montijo.

 

José Cáceres, presidente da direção do Grupo de Forcados Amadores do Montijo, referiu que a mostra retrata cinco décadas de existência dos Amadores do Montijo “seguramente um dos mais antigos de Portugal com atividade dita relevante. Décadas marcadas por bons momentos, na sua maioria, mas também por alguns momentos mais tristes e dolorosos”.

 

O presidente da direção do Grupo de Forcados do Montijo sublinhou que a mostra tem por objetivo “dar a conhecer a todos a história do Grupo, bem como prestar tributo e homenagem a todos aqueles forcados e amigos que ajudaram a fazer estas cinco décadas de história”.

 

Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, enalteceu o Grupo de Forcados Amadores do Montijo. “Ao longo do seu historial muito têm contribuído para o toureio e para a tauromaquia enquanto elementos estruturantes da nossa cultura tradição e identidade” afirmou o presidente.

 

“Desde a sua fundação até aos nossos dias, os Forcados Amadores do Montijo têm edificado o nome da nossa terra com a participação em grandes corridas nas mais importantes praças de Portugal, assim como representado o bom nome da nossa cidade, nas suas inúmeras digressões ao estrangeiro” sublinhou.

 

Para o edil esta exposição homenageia “os que envergaram a jaqueta do grupo no mais puro amadorismo, representando o Montijo e afirmando o espirito único do forcado. Dar tudo até por vezes a vida sem nunca ter nada em troca”.

 

A mostra, patente até final do ano, assinala o 50.º aniversário do Grupo, fundado no ano de 1964. O cabo fundador dos Amadores do Montijo foi Jacinto Carvalheira. A primeira apresentação do Grupo foi no dia 2 de agosto de 1964, numa corrida à antiga portuguesa na Praça de Touros de Cascais.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *