Póvoa de Varzim, Sociedade, Turismo

São Pedro: “uma festa única” na Póvoa de Varzim

Dimage002e 25 de junho a 6 de julho, a Póvoa de Varzim celebra as Festas de S. Pedro.

O programa das Festas da Cidade foi apresentado esta manhã, 19 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, por Luís Diamantino, Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Acompanhado pelos representantes de cada um dos bairros da cidade (Regufe, Belém, Mariadeira, Sul, Matriz e Norte), do Rancho Poveiro e da Junta de Freguesia, Luís Diamantino revelou ter “as melhores expectativas” em relação às Festas de São Pedro. Para isso, destacou o papel das associações: “são eles que organizam as Festas e que dinamizam todas as atividades ligadas ao S. Pedro. Sem as muitas mulheres e homens que fazem parte destas associações, as Festas de S. Pedro não teriam o brilhantismo que têm tido ao longo destes anos”. Neste sentido, o autarca fez questão de deixar “uma palavra de agradecimento e de reconhecimento a todos”.

Luís Diamantino está confiante de que “vamos ter, com certeza, à semelhança do que aconteceu o ano passado, umas Festas de São Pedro únicas, que trazem cá centenas de milhares de pessoas à nossa terra. Isto é muito importante não só pela dinamização cultural mas também pelo trabalho que envolve muitas centenas e centenas de pessoas em todos os bairros e também porque os comerciantes, principalmente a nível gastronómico, experimentam um dia único”.

Para o autarca, esta é “uma festa única porque as pessoas vivem-na na rua e à porta de cada um. As pessoas oferecem sardinhas a quem passa. É isto que faz a diferença em relação a outras festas. O São Pedro é a festa popular na sua essência”.

Entre as novidades da programação, destaque para o Espetáculo Piromusical, às 24h00 de 29 de junho, que este ano será diferente: “quisemos experimentar. Penso que vai sair bem. A banda sonora é muito agradável e irá coadunar-se com o fogo-de-artifício durante cerca de 20 minutos. Serão colocadas algumas torres, mesmo junto ao areal, e as pessoas poderão, ao longo da Avenida dos Banhos, desde a Praça 5 de Outubro até à marginal Norte, espalhar-se e não ficarem uma em cima das outras, como geralmente ficam à saída do estádio. Haverá um tempo de espera para as pessoas se posicionarem”, revelou o Vereador.

Sobre o Espetáculo das Rusgas, às 22h00 do dia 29, no Estádio do Varzim, o autarca revelou que “temos uma grande preocupação com o som, dada a sua importância nesta iniciativa”.  A propósito deste evento, fez ainda um apelo aos diferentes bairros para que obedeçam às regras de segurança impostas pela Polícia de Segurança Pública: “a partir do momento em que as portas se abrem, às 19h30, são as Forças de Segurança que dão as ordens e nós só temos que obedecer”.

O programa inclui ainda uma inovação gastronómica que será apresentada no dia 3 de julho, no Posto de Turismo. Prove Póvoa é o nome da iniciativa onde “serão apresentados novos pratos ligados à gastronomia poveira com produtos da nossa terra”, adiantou Luís Diamantino.

Sobre o investimento da autarquia nas Festas da Cidade, que ronda os 160 mil euros (50% do Turismo de Portugal e o restante do orçamento direto do Município), o Vice-Presidente considera que “há um retorno muito grande para a Póvoa, enquanto promoção turística. É uma forma de termos a nossa cidade a ser olhada por toda a gente. Há retorno para os comerciantes e para o nosso orgulho poveiro por recebermos tanta gente de fora com a hospitalidade que nos caracteriza. Há também retorno para aquilo que somos e queremos continuar a ser, uma cidade aberta e cosmopolita. Há igualmente retorno no que diz respeito ao Turismo, que pretendemos cada vez mais abrangente e nestas festas entrecruzam-se todas as classes sociais. É isso que nós queremos, uma cidade interclassista”.

Consulte o programa completo das Festas de São Pedro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *