Montijo, Sociedade, Turismo

“O Porco à Mesa” no Jardim da Casa Mora no Montijo

Porco à Mesa  (1)No âmbito do Montijo Lugar de Encontros, a Confraria da Carne de Porco realizou, no dia 31 de maio, a sua apresentação oficial, no Jardim Casa Mora com o evento “O Porco à Mesa”. Risoto de língua fumada com lombinho de porco, morcela com queijo de cabra, teppanyaki de febras com cebolo e limas, lombinho de porco ibérico no estufado de vinho tinto, foram alguns das pratos confeccionados num showcooking apresentado pelo Chef Igor Martinho (vencedor do concurso Chefe Cozinheiro do Ano 2009) e por Nuno Figueiredo, Chef do restaurante 7 à esquina no montijo.

 

 

 

A Confraria da Carne de Porco é uma associação sem fins lucrativos, de âmbito local, com sede no edifício da Bolsa do Porco. A defesa, o prestígio, a valorização e a promoção da carne de porco e dos seus derivados são os objectivos desta confraria, que se assume como pólo dinamizador da carne de porco.

 

Arnaldo Gonçalves, presidente da confraria da carne de porco, referiu que “a confraria está agora a dar os seus primeiros passos no sentido de gerar eventos com o objectivo claro de defender, prestigiar, valorizar e promover a carne de porco e os seus derivados”.

 

“Montijo está a recuperar o seu papel de “Capital do porco”, disse o presidente da confraria, que referiu a necessidade de dar a conhecer os novos métodos de selecção de animais, “ queremos falar do valor económico da carne de porco e da produção de animais no concelho e da sua importância na cadeia alimentar, além de desmitificar os ‘malefícios’ ”.

 

Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, sublinhou a importância da Confraria da Carne de Porco. “Somos uma terra ligada, há mais de 250 anos, à produção e transformação do porco. É uma indústria que tem as suas raízes, as suas tradições no Montijo. Em mais nenhuma outra terra do país temos esta tradição e esta relação com esta indústria, daí fazer todo o sentido esta Confraria no Montijo”.

 

O presidente mostrou-se satisfeito com a evolução da indústria no concelho. “Há grandes investimentos, neste momento, na indústria da carne de porco no Montijo. Para a autarquia é um regozijo, porque nos tempos em que vivemos, de crise, de grande dificuldade de emprego, em particular para os jovens, é muito importante que haja investimento e um retomar desta industria”.

 

O final de tarde contou também com animação musical a cargo do grupo de música tradicional “Sinfonias e Tradições”, da Escola de Música Sinfonia e Eventos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *