Lamego, Sociedade

Estabelecimento Prisional de Lamego abre portas a projeto inédito

projeto_reintegr'ARTEO Estabelecimento Prisional Regional de Lamego abriu as portas a um projeto inédito de intervenção cultural que emprestou alguma animação a um espaço que habitualmente é cinzento e melancólico. Concretizado a 20 de maio último, o “Reintegr’Arte” tem o objetivo de promover a arte como um instrumento de reintegração social dos reclusos, através da realização de breves atividades de escrita criativa.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lamego e da Direção Geral da Reinserção e dos Serviços Prisionais, Fernando Marado, mentor do projeto “Reintegr’Arte” e professor aposentado do ensino básico, propõe-se agora idealizar, escrever, publicar e levar à cena, no Teatro Ribeiro Conceição, uma peça com a participação ativa dos reclusos. Fernando Marado adianta que esta iniciativa “visa promover a cidadania, a justiça, o gosto pelo trabalho e a proteção ambiental como valores essenciais, descobrindo novas estratégias de abordagem de reintegração social, através da exploração da criatividade e re/conhecimento das capacidades dos reclusos numa dimensão artística, sensibilizando a sociedade para a problemática do mundo prisional”.

A primeira sessão da “Reintegr’Arte” contou com a presença de Marina Valle, vereadora da Cultura, Educação e Desporto, Maria José, diretora-adjunta do Estabelecimento Prisional e José Coelho, também em representação desta instituição, para além de Fernando Marado e Victor Rebelo, responsável pela Biblioteca Municipal.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *