Castro Marim, Cultura

“Mato Bravo” anima Serões de Acordeão em Castro Marim

Serões de AcordeãoA nova temporada dos Serões de Acordeão em Castro Marim tem início dia 24 de maio, prolongando-se até 22 de novembro, com os sons da música do grupo “Mato Bravo”, que, festivamente, irá animar as freguesias do concelho.

Num total de dezasseis serões de acordeão, o “Mato Bravo” propõe-se redescobrir a magia e o gosto dos antigos cantadores e tocadores que entusiasmaram sucessivas gerações, com ‘modinhas’ de outros tempos que, ainda hoje, continuam a despertar a atenção de novos e menos novos para um pé de dança.

Os Serões de Acordeão, destinados aos castromarinenses e turistas que nos visitam, pretendem preservar a cultura e o património do concelho, quebrando o isolamento das zonas do interior e igualmente conferir bem-estar e qualidade de vida às populações locais.

Refira-se ainda, que os Serões de Acordeão e os bailes, em particular, têm efeitos terapêuticos muito positivos ao nível osteomuscular, transmitindo conforto e bem-estar aos seus praticantes, e são também um ótimo antídoto no combate a estados depressivos.

Esta iniciativa conta com a organização da câmara municipal de Castro Marim e o apoio das juntas de freguesia e das associações locais.

 

Calendário dos Serões de Acordeão:

•             Corte Pequena – 24 de Maio

•             Odeleite – 31 de Maio

•             Corte Gago – 14 de Junho

•             Portela Alta de Baixo – 05 de Julho

•             Alcarias Grandes – 12 de Julho

•             Alcaria de Odeleite – 26 de Julho

•             Almada D’Ouro – 09 de Agosto

•             São Bartolomeu do Sul – 20 de Setembro

•             Furnazinhas – 27 de Setembro

•             Monte Francisco – 04 de Outubro

•             Quebradas – 11 de Outubro

•             Alta Mora – 18 de Outubro

•             Junqueira – 25 de Outubro

•             Vale do Pereiro – 08 de Novembro

•             Funchosa de Cima – 15 de Novembro

•             Rio Seco – 22 de Novembro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *