Cultura, Évora

Acordo de Parceiros para a Programação Cultural em Évora

Acordo de Parceiros para a Programação Cultural em Évora_2A Câmara Municipal de Évora e 26 agentes culturais do concelho assinaram, na passada terça-feira (22 de abril), um acordo de parceiros para a programação cultural, intitulado “Évora Imaterial, Território de Encontros”, e que tem como objetivo central a candidatura ao apoio financeiro do Programa Europa Criativa 2015-2019, com vista à criação de uma programação cultural vocacionada para os públicos de Évora, apresentada preferencialmente no seu centro histórico, mas com possibilidades de extensão a outros pontos do território do concelho.

Este acordo defende que a programação cultural deverá refletir a diversidade de expressões artísticas, de tendências filosóficas e concetuais, de entidades locais, regionais e de cidadãos participantes. Procura também que os programas promovam o encontro entre criadores e produtores culturais, entre estes e os diversos públicos locais e globais, e ainda entre todos estes e os outros agentes constituintes de Évora. A programação poderá contar com o apoio de entidades económicas e institucionais, assumindo-se como potenciadora da dinâmica urbana, com reflexos no comércio tradicional, no setores do turismo, entre outros.

Eduardo Luciano, Vereador da Cultura da Câmara de Évora, frisou na sessão de assinatura que “este acordo pretende potenciar as intervenções dos agentes culturais do concelho de Évora e criar condições para, numa primeira fase, se proceder à candidatura de fundos comunitários”.

O Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, congratulou-se com a assinatura deste acordo, afirmando que “é uma prova da disponibilidade que todos temos para trabalhar em conjunto e procurar formas de ultrapassar inúmeras dificuldades que nos são colocadas em tempos de crise” e que “este ato assinala o compromisso do executivo de voltar a afirmar e reafirmar a cultura como vetor estratégico de desenvolvimento no concelho de Évora e para a política municipal, associando a cultura a um conjunto de outras áreas que são absolutamente fundamentais para o desenvolvimento de Évora”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *