Celorico de Basto, Sociedade

“40 anos de Abril” comemorados em Celorico de Basto com homenagem a ex-combatentes

comemorações dos 40 anos de abril (1)O Sarau “Histórias de Abril” foi a iniciativa que deu início às comemorações dos “40 anos de Abril” em Celorico de Basto marcada pela homenagem ao coronel Rodrigo Sousa e Castro, Capitão de Abril, e aos ex-combatentes do ultramar.

O cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses foi o espaço escolhido para o sarau “Histórias de Abril” protagonizado no dia 19 de abril, pelo presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota Silva, pelo patrono da Biblioteca Municipal, Marcelo Rebelo de Sousa e pelo Capitão de Abril, Rodrigo Sousa e Castro.

A iniciativa iniciou após a cerimónia de lançamento da 1ª pedra das obras de ampliação da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa com a apresentação de um projeto musical que terá lugar em Celorico de Basto, a criação de uma “Class Band”, um projeto que conta com a colaboração da Banda Juvenil da Associação Recreativa Musical “Amigos da Branca”. Deu-se então início às histórias de abril com cada interveniente convidado a contar as suas vivências relacionadas com a revolução de “25 de abril”, com enfase para o capitão de Abril que viveu a “revolução dos cravos” presencialmente. Todos os presentes ouviram com atenção a intervenção dos convidados.

Destaque para a entrega de medalhas a cerca de 200 ex-combatentes do ultramar que marcaram presença na cerimónia e que foram agraciados pela autarquia no âmbito dos “40 anos de Abril”. Deu-se ainda uma homenagem póstuma a todos os ex-combatentes que faleceram em combate.

“Homenageamos os nossos soldados que serviram o país especialmente em tempo de guerra, tendo muitos deles pago com a vida essa missão”, palavras do edil celoricense, Joaquim Mota e Silva.

Ao longo da cerimónia o capitão de Abril foi ainda agraciado com uma lembrança da equipa do Clube Desportivo Celoricense que jogava no ano 1962. Parte da equipa reuniu-se nesta cerimónia criando um momento “repleto de emoções”. Recorde-se que a equipa era constituída por João Portilho, Agostinho Barroco, Fontes, Martim, Cardoso, Mário, Arlindo, Lourido, Manuel Faustino, Humaitá, José Manuel, Rodrigo sousa e Castro e Toneco, descritos pela ordem que se encontravam dispostos na fotografia entregue a toda a equipa no ato de homenagem.

As cerimónias contaram ainda com momentos musicais de relevo com a interpretação da música de José Afonso, Grândola Vila Morena, símbolo da revolução, e um momento de teatro protagonizado pelo grupo de Teatro Celoricense.

As comemorações de Abril continuam a ter lugar em Celorico de Basto com destaque para as “Músicas da Revolução” interpretadas pelos grupos locais e que terão lugar no cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, no dia 24 de abril, a partir das 21h00.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *